A Casa dos Budas Ditosos: romance de João Ubaldo retrata luxúria sob a ótica feminina


“As mulheres, pensava eu, eram mais aptas a fundir sexo com emoção ou amor, assim como a se dedicar a um único homem em lugar de se tornarem promíscuas”.

Esta citação é de Anaïs Nin. A escritora, extremamente conhecida pelo affair com Henry Miller e pela publicação de seus diários, chegou a essa conclusão no começo dos anos 1940, quando escrevia literatura erótica por um dólar a página a um anônimo colecionador norte-americano.

Pin-up do pintor norte-americano Gil Elvgren (1914 – 1980)/Reprodução

Pin-up do pintor norte-americano Gil Elvgren (1914 – 1980)/Reprodução

Mas até que ponto a afirmação acima é verdadeira? Será que em nenhum momento da História a mulher desassociou o sexo da emoção? Nem mesmo durante a famosa Revolução Sexual? Atualmente, há livros que tratam exclusivamente da sexualidade feminina ao longo da evolução, no entanto, nenhum nos traz uma protagonista tão ávida pelos prazeres carnais, sem recalques e culpas como A Casa dos Budas Ditosos.

A obra é o quarto volume da coleção Plenos Pecados (Editora Objetiva, 164 páginas, R$ 36,90) e é creditada ao escritor baiano João Ubaldo Ribeiro que, logo no prefácio, atribui a autoria do livro a uma conterrânea de 68 anos, residente na cidade do Rio de Janeiro, tal como ele.

Segundo o membro da Academia Brasileira de Letras, a mulher, CLB, ao saber que ele fora incumbido de escrever um romance sobre a luxúria, lhe enviou suas memórias que, para a própria, são um depoimento “sócio-histórico-lítero-pornô” de uma pansexual.

Capa da obra/Reprodução

Capa da obra/Reprodução

A declaração de um dos mais importantes expoentes da Literatura Brasileira contemporânea é uma mentira? A quase septuagenária não seria o alter ego do autor de Sargento Getúlio e O Sorriso do Lagarto? Mistério…

Em uma narrativa linear, direta e permeada por considerações morais e filosóficas, CLB relata suas experiências sexuais desde a sua iniciação até a sua vida adulta, podendo levar alguns leitores a se perguntarem qual é o limite entre a liberdade e a libertinagem para essa senhora.

O texto é rico em minuciosas descrições de experiências eróticas com seu irmão Rodolfo, seu tio Afonso, amigos, amigas, orgias, drogas, entre outras, vividas pela misteriosa protagonista, que desde o princípio da narrativa define a sua voluptuosidade como um dom divino.

Gostou? Então, leia também
Três motivos para não esquecer Marlon Brando
Três motivos para adorar Debbie Harry
“Missão Madrinha de Casamento” não é versão de “Se Beber, Não Case!”

Debora de Lucas


//

W3Counter
Anúncios

25 pensamentos sobre “A Casa dos Budas Ditosos: romance de João Ubaldo retrata luxúria sob a ótica feminina

  1. Pingback: Não, “Missão Madrinha de Casamento” não é a versão feminina de “Se Beber, Não Case!” | deborando

  2. Pingback: Longa-metragem sobre vida de Paulo Coelho volta a se tornar notícia | deborando

  3. Pingback: Três motivos para não esquecer Marlon Brando | deborando

  4. Pingback: A gênese, a ascensão, a “morte” e a ressurreição do grupo Atitude | deborando

  5. Pingback: traição.com: infidelidade ganha aliados na internet | deborando

  6. Pingback: Adeus Steve Jobs, adeus Mestre do Reino Encantado da Maçã Mordida | deborando

  7. Pingback: Taylor Lautner, o lobinho que quer ser gente grande | deborando

  8. Pingback: Maitena se cansa de desenhar e lança “Rumble”, seu primeiro romance | deborando

  9. Pingback: Festival Cine Favela de Cinema convida internautas para abertura oficial | deborando

  10. Pingback: Três motivos para respeitar Pearl Jam | deborando

  11. Pingback: Mídias sociais empurram Jornalismo tradicional para patamar digital | deborando

  12. Pingback: “A Bossa do Lobo”, mais uma biografia de Ronaldo Bôscoli chega às livrarias | deborando

  13. Pingback: “My Week with Marilyn” estreia nos Estados Unidos | deborando

  14. Pingback: OriginalMusicShirt.com vende camisetas com coreografias de filmes e videoclipes | deborando

  15. Pingback: 3MOTIVOSPARA… ir ao 3° Festival Internacional CulturaDigital.Br no Rio | deborando

  16. Pingback: Gorillaz completa dez anos; criação de Damon Albarn lança CD “The Singles Collection 2001-2011” | deborando

  17. Pingback: Documentário “Michael Jackson: A vida de um ícone” chega às lojas brasileiras | deborando

  18. Pingback: Espetáculo teatral “Missa dos Quilombos” volta aos palcos em 16 apresentações no Rio de Janeiro | deborando

  19. Pingback: 3MOTIVOSPARA… participar do prêmio São Paulo de Literatura 2012 | deborando

  20. Pingback: Diretor Marcos Prado erra na mão e transforma filme Paraísos Artificiais em neopornochanchada | deborando

  21. Pingback: Livros de Lima Barreto e de Alcântara Machado são distribuídos de graça em SP | deborando

  22. Pingback: A Lua de Yakuza: Chocante livro de Shoko Tendo a R$ 5 | deborando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: