Roteiro e atuações caricatas derrubam boas intenções de “Contra o Tempo”


“Contra o Tempo” (Source Code) não é um filme que se pode chamar de ruim, mas também não de bom.

Na ficção científica, o capitão Colter Stevens (Jake Gyllenhaal) acorda no corpo de um homem que morrerá durante um atentado terrorista a um trem. Em pouco tempo, o militar descobre que faz parte de uma missão de um projeto secreto do governo americano e tem apenas oito minutos para encontrar o responsável pela explosão da composição ferroviária.

Cartaz nacional de “Contra o Tempo”/Reprodução

A breve descrição ilustra o argumento do longa-metragem de 93 minutos. A ideia é interessante, cheia de boas intenções e converge com outros lançamentos hollywoodianos que apostaram em narrativas diferenciadas – mais psicológicas e ligadas ao universo da ciência – e se deram bem como “A Origem” (2010) e “Sem Limites”  (2011).

No entanto, o roteiro de Ben Ripley e as interpretações irregulares dos atores afundaram a produção do diretor estreante Duncan Jones.

Os personagens, a estrutura e o enredo não estão bem amarrados e isso dá a sensação de que a história não é boa, que faltou uma cena ali, que sobrou uma cena acolá… Ou seja, não funciona.

A atuação do elenco, que conta com gente renomada e experiente, é caricata. O Dr. Rutledge (Jeffrey Wright) mais parece um cientista maluco e egocêntrico que saiu de um desenho animando como o Professor, o arqui-inimigo do Gato Félix.


A capitã Colleen Goodwin (Vera Farmiga) é fraca e extremamente sentimental, características que a impossibilitariam de ocupar um cargo de chefia em um projeto top secret. A mocinha do longa Christina Warren (Michelle Monaghan) não transmite empatia.

O pior caso é o do protagonista Jake Gyllenhaal (“Amor e Outras Drogas” e “Entre Irmãos”). Ele é um bom ator, com uma carreira em ascensão, mais de 20 filmes no currículo e uma indicação ao Oscar por seu Jack Twist, de “O Segredo de Brokeback Mountain” (2005). Porém, não convenceu no papel de capitão Stevens. Sua atuação é desigual e pontuada por um heroísmo irritante.

Com tantas falhas, não dá para saber se o diretor Duncan Jones poderia ter conduzido o filme de forma diferente. Se, no começo da carreira, até Ridley Scott teve que fazer concessões para lançar “Blade Runner – O Caçador de Androides” (1982), o que Jones não deve ter engolido para emplacar em Hollywood?

É uma pena que um argumento tão interessante e ligado às atuais pesquisas científicas tenha sido mal aproveitado e se tornado um filme tão desarmônico.


Gostou? Então, leia também

Pré-venda de ingressos para documentário inédito dos Stones se inicia
“Amizade Colorida” é uma comédia romântica cheia de personalidade
Filme sobre vida de Paulo Coelho volta a se tornar notícia
“O Rei Leão” em 3D dá aulas de estratégia a Hollywood
“Missão Madrinha de Casamento” não é versão de “Se Beber, Não Case!”
“Cowboys e Aliens” naufraga, mas apresenta 007 do faroeste

Debora de Lucas


//

W3Counter
Anúncios

7 pensamentos sobre “Roteiro e atuações caricatas derrubam boas intenções de “Contra o Tempo”

  1. Pingback: Em livro, pai de Amy Winehouse querer contar a história da cantora | deborando

  2. Pingback: Taylor Lautner, o lobinho que quer ser gente grande | deborando

  3. Pingback: Três motivos para continuar escutando Legião Urbana | deborando

  4. Pingback: “Atividade Paranormal 3” supera precursores da franquia | deborando

  5. Pingback: “Você está sempre errado”, dispara o ativista politicamente correto | deborando

  6. Pingback: “O Preço do Amanhã”: Novo filme de Justin Timberlake é irregular | deborando

  7. Pingback: “11-11-11”: Com traços de “O Bebê de Rosemary” e “A Profecia”, filme faz público gritar no cinema | deborando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: