Três motivos para continuar escutando Legião Urbana


Quando os integrantes da Legião Urbana adotaram o lema Urbana Legio omnia vincit (Legião Urbana a tudo vence, em latim e em tradução livre), previram o futuro.

Com a morte do vocalista e letrista Renato Russo, a banda de rock encerrou às atividades em 1996. O guitarrista Dado Villa-Lobos abriu a gravadora independente Rock it!, voltou a tocar com o seu grupo O Reino Animal, compôs trilhas sonoras para filmes brasileiros e lançou um disco solo.

O baterista Marcelo Bonfá gravou álbuns solos e foi curtir a vida em uma praia paradisíaca cuja localização nunca foi revelada a nenhum jornalista.

Da esquerda para a direita, Dado Villa-Lobos (guitarra), Renato Russo (vocais e baixo) e Marcelo Bonfá (bateria) em uma das últimas fotos da Legião Urbana/Divulgação

Mesmo com o seu fim, a Legião foi o “artista brasileiro” que mais vendeu discos na década de 2000. Na época, os números mostravam que a banda brasiliense havia vencido até a própria morte. Sim, Urbana Legio omnia vincit!

Mas o tempo mostrou que esse não foi o único obstáculo que a banda superou. Ela também superou o esquecimento. Ainda adorada por adolescentes, vintões, trintões e quarentões, seus fãs – os legionários – esperavam tributos para lembrar os 15 anos da morte de Renato, que ocorreu em 11 de outubro de 1996 em decorrência da Aids. No entanto, a Legião ganhou mais do que isso.

Na última edição do Rock in Rio, um show-tributo, que contou com a presença de Dado e Bonfá, foi realizado em homenagem ao grupo. Além disso, na próxima segunda-feira (17), o primeiro disco da banda “Legião Urbana 1985” chegará às bancas e às livrarias de todo o Brasil.

A reedição do álbum faz parte da “Coleção Legião Urbana” (Abril) que transformou a discografia do trio em 15 livros-CDs. Ao todo, o projeto relembrará a trajetória do grupo com as 96 músicas que compõem o cancioneiro da banda e mais de 700 páginas com fotos da época, contextualização histórica e entrevistas.

O primeiro volume terá o preço promocional de R$ 9,90 e contará com os sucessos “Será”, “Geração Coca-Cola” e “Ainda É Cedo”. Os outros livros-CDs custarão R$ 17,90 e, até o quinto volume, chegarão semanalmente aos pontos de venda. Depois disso, dois fascículos estarão disponíveis a cada semana.

Ainda em outubro, um livro com a história da banda e uma caixa para acomodar todos os volumes estarão à venda por R$ 24,90. Já falei um pouco da Legião, já fiz uma publicidade, mas quais seriam os três motivos para continuar escutando o grupo?

***

1 – A Legião Urbana foi a maior banda do BRock (rock brasileiro). Sem ter músicas nas novelas da Globo e ir a programas de auditório, se tornou febre nacional durante os anos 1980 e 1990.


A Legião nasceu em 1982 em Brasília e espalhou por todo o país sua a sonoridade influenciada por grupos ingleses como The Smiths, The Clash, The Cure, Sex Pistols e Joy Division. Quando lançou seu segundo disco, o “Dois” (1986), a gravadora EMI-Odeon esperava que vendesse apenas cinco mil cópias. Mas em poucas semanas, o álbum atingiu a marca de 100 mil.

O resto é história. Renato, Dado e Bonfá fizeram shows com lotações esgotadas por todo o país, suas músicas – até mesmo as mais longas como “Faroeste Caboclo” – emplacaram em todas as rádios sem cortes, venderam mais de 20 milhões de álbuns entre 1982 e 1996 e receberam dois discos de diamante da Associação Brasileira de Produtores de Disco (ABPD).

2 – A gravadora metia pressão, no entanto, os integrantes da Legião só faziam as coisas do jeito que queriam. Por exemplo, quando a EMI cobrou uma coletânea tradicional, a banda falou que só entregaria um álbum que agregasse um valor diferente à discografia e aos fãs.

Dessa rusga, surgiu o “Música P/ Acampamentos” (1992). O disco duplo era uma coletânea com versões ao vivo dos sucessos do grupo. Além disso, o trabalho trazia a inédita “A Canção do Senhor da Guerra ”.


3 – Belas canções políticas, lindas canções de amor romântico, tocantes canções de amizade, canções com narrativas eletrizantes… Mesmo com a sonoridade suja do rock, a Legião sempre se preocupou em escrever letras com pé e cabeça.

O lirismo foi usado ao máximo e sem desgastes. Talvez esse seja um dos motivos pelos quais a molecadinha de hoje ainda se encanta com hits como “Que País É Esse?”, “Eduardo e Mônica”, “Pais e Filhos”, “Há Tempos”, “Vento no Litoral”, “Sereníssima”, “Eu Sei”, “Perfeição” e “Mais do Mesmo”.


Urbana Legio omnia vincit?
Sim, e como!


Legião Urbana | Site oficial

www.legiaourbana.com.br


Gostou? Então, leia também

Taylor Lautner, o lobinho que quer ser gente grande
Em livro, pai de Amy Winehouse vai contar história real da cantora
Roteiro e atuações derrubam boas intenções de “Contra o Tempo”
Pré-venda de ingressos para documentário inédito dos Stones se inicia
Três motivos para venerar Guns N’ Roses
Três motivos para adorar Debbie Harry
Três motivos para não esquecer Marlon Brando
Adeus Steve Jobs, adeus Mestre do Reino Encantado da Maçã Mordida
“Amizade Colorida” é uma comédia romântica cheia de personalidade

Debora de Lucas


//

W3Counter

 

Anúncios

6 pensamentos sobre “Três motivos para continuar escutando Legião Urbana

  1. Pingback: “Atividade Paranormal 3” supera precursores da franquia | deborando

  2. Pingback: “Você está sempre errado”, dispara o ativista politicamente correto | deborando

  3. Pingback: Dá comprar CDs baratos e originais na Paulista? Sim, saiba como aqui e agora | deborando

  4. Pingback: Lady Gaga: Não se espante se ela lançar um linha de iogurtes | deborando

  5. Pingback: Três motivos para ver (ou rever) “Sid e Nancy” | deborando

  6. Pingback: “Achtung Baby” chega aos 20 anos e ganha cinco edições comemorativas; álbum reinventou e amadureceu U2 | deborando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: