Monique do BBB 12: De possível vítima a puta


Iniciada em abril de 2011 no campus da Universidade de Toronto, no Canadá, a Slutwalk – Marcha das Vadias – se tornou um movimento mundial. O manifesto defende que uma mulher pode se vestir da forma que desejar e que não deve ser insultada, assediada, estuprada, julgada ou agredida por usar roupas justas, curtas, transparentes ou decotadas.

Monique, 23 anos, está na 12ª edição do BBB/Reprodução

A marcha se propagou por países como Estados Unidos, Holanda, Peru, Argentina e, evidentemente, Brasil. A primeira manifestação brazuca aconteceu em 4 de junho em São Paulo. Em plena avenida Paulista, mulheres e homens gritaram contra a opressão e disseram não à violência contra as mulheres.

O movimento também tomou as ruas de outras cidades brasileiras como Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza, Belo Horizonte, Brasília e Curitiba.

Suposto estupro
Num primeiro momento, a série de protestos no Brasil mostrou o amadurecimento da sociedade e da mulher brasileira. Parecia que estávamos pensando como os europeus, que levam as questões de gênero a sério.

No entanto, a nossa “evolução” foi posta em cheque pelos comentários de populares e de celebridades sobre o caso do suposto estupro ocorrido na madrugada do último domingo (15), no reality show Big Brother Brasil 12, da Rede Globo.

Na data, o ex-confinado Daniel Echaniz [@DanielEchaniz] teria se aproveitado da embriaguez da sister Monique Amin [@MoniqueAmin] para abusar sexualmente da estudante de 23 anos.

Os espectadores, que assistiram à cena, se sentiram incomodados e usaram as redes sociais para denunciar o fato. Por conta das imagens, o modelo de 31 anos acabou expulso da casa em 16 de janeiro e um inquérito policial foi aberto.

Se a jovem foi ou não estuprada, só a polícia dirá. Se Daniel for inocente, a justiça comprovará. Porém, o que não irá fugir do meu julgamento é o festival de abobrinhas proferido pelas atrizes-modelos-apresentadoras-e-manequins e pelos cidadão comuns brasileiros.

De possível vítima a puta
Quando questionada pela reportagem da revista eletrônica Muito+, de Adriane Galisteu, sobre o fato, a mulher do diretor da Rede Globo Marcos Paulo, a atriz Antonia Fontenelle [@ladyfontenelle], afirmou em tom de ironia que “cu de bêbado não tem dono”.

Cena do longa-metragem Kids (1995)/Reprodução

Ao mesmo programa, a ex-panicat Dani Bolina [@Dbolina] disse que é inconcebível uma mulher beber e não saber se foi ou não violada.

Imbuídas pelo sentimento de injustiça, a mãe e a irmã de Daniel se juntaram ao coro que desmoraliza a sister e declararam que a jovem se ofereceu ao modelo durante a festa e que tem fama de fácil. Essas e outras frases foram proferidas ao longo desta semana. Ou seja, de possível vítima, a Monique do BBB 12 foi promovida a puta.

Sim, uma puta por gostar de beber, de beijar, de sexo, de ser livre e bem resolvida. Uma puta que pode ser usada e abusada. Ela não dormiu com o cara? Então, sabia o que poderia acontecer. Parafraseando Chico Buarque, “Joga pedra na Monique! Ela é feita para apanhar, ela é boa para cuspir, ela dá pra qualquer um, maldita Monique!”.

Apesar dos protestos na internet, a mentalidade do brasileiro ainda é machista. E muitas mulheres acham que a Monique está errada, que deveria ter se dado o respeito. Ela não bebeu? Não tomou um porre? Então, merece isso.

Quem pensa assim, deveria assistir aos filmes Acusados (1988) e Kids (1995). O primeiro – protagonizado pela atriz Jodie Foster e baseado em um caso real – conta a história de Sarah Tobias, uma mulher de má reputação que é estuprada por um grupo de homens em um bar. No segundo, a adolescente Jennie, personagem de Chloë Sevigny, toma um drink “batizado” e, durante seu estado de inconsciência, é estuprada por um amigo.

Ambos os longas-metragens apresentam cenas realistas de violações. E quem ainda está achando o suposto estupro legítimo ou engraçado precisa urgentemente conferir essas produções.

Datena, a voz da ponderação
Uma das poucas personalidades que teve sensibilidade, clareza e dignidade para analisar o caso foi o jornalista José Luiz Datena.  Na última terça-feira (17), ao vivo no Muito +, o apresentador do Brasil Urgente afirmou que a responsável pelo incidente é a TV Globo.

De acordo com o comunicador, o canal oferece bebida em excesso durante as festas e que um episódio como esse iria acontecer a qualquer momento.

Jodie Foster protagonizou o filme Acusados (1988)/Reprodução

Daneta foi um dos poucos profissionais da mídia televisiva a não se omitir e a exprimir uma visão ponderada sobre o caso. Nada mau para quem é apontado, por muitos colegas de profissão, como o arauto do mundo cão.

O mais triste dessa história é que quase 50 anos após o lançamento do livro Eichmann em Jerusalém: Um Relato sobre a Banalidade do Mal, de Hannah Arendt, as ideias e as condutas de grande parte da população brasileira no âmbito da liberdade individual da mulher se assemelham a dos alemães que se deixaram se envolver pela maldade do Nazismo de Adolf Hitler.


*Por conta de uma pane em meu computador, este conteúdo redigido em 22 de janeiro de 2012 e publicado em 23 de janeiro do mesmo ano.


Gostou? Então, leia também

Blecaute de 18/1, o dia do não ao SOPA e ao Pipa
Sem computador, não há atualização
Terry Richardson: O olhar do badalado fotógrafo de moda na web
Importância da mulher em SP é revisitada em curso gratuito
Sandra Bullock, não te desculpo!
Gilberto Gil ganha acervo digital com mais de 30 mil itens
Inscrições para salão de humor World Press Cartoons 2012 vão até 31/1
I Encontro Paulista dos Pesquisadores da Cultura acontece em fevereiro
Projeto musical SP Representa volta em 2012 com 20 shows
3MOTIVOSPARA… continuar lendo o deborando em 2012

Debora de Lucas


//

W3Counter
Anúncios

9 pensamentos sobre “Monique do BBB 12: De possível vítima a puta

  1. Pingback: Be mais cool! Faça um curso de arte on line do MoMA | deborando

  2. Pingback: 458 anos de São Paulo: Exposição fotográfica Help-Portrait mostra a cara dos paulistanos excluídos | deborando

  3. Pingback: Show gratuito de Os Paralamas do Sucesso abrilhanta aniversário de 458 anos de São Paulo | deborando

  4. Pingback: 3MOTIVOSPARA… conferir ao vivo o samba de Dona Inah no Centro Cultural da Juventude | deborando

  5. Pingback: Divirta-se com Laerte, Angeli, Adão Iturrusgarai e Allan Sieber no Dia do Quadrinho Nacional | deborando

  6. Pingback: MDNA: Madonna revela capa de novo CD. Relembre as “caras” dos outros discos da Rainha do Pop | deborando

  7. Pingback: Macunaíma de Mário de Andrade ganha exposição gratuita em São Paulo | deborando

  8. Pingback: CarnaSka: Móveis Coloniais de Acaju, Sapo Banjo, The Slackers e Larika agitam festa de pré-carnaval em SP | deborando

  9. Pingback: Isabeli Fontana, mais bonita por dentro do que por fora | deborando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: