3MOTIVOSPARA… fugir do filme A Hora da Escuridão


1 – É uma bomba. O longa-metragem de 89 minutos apresenta a história de um grupo de jovens norte-americanos que, durante uma balada em Moscou, testemunha o ataque de extraterrestres a Terra. Depois de se esconderem e correrem pela bela capital russa, a trupe descobre como enfrentar a ameaça interestelar (e como voltar para os EUA).

Um dos cartazes gringos de A Hora da Escuridão/Divulgação

Apesar de meio batido, o argumento é interessante. No entanto, é uma pena que o diretor Chris Gorak (Toque de Recolher) tenha se esforçado em fazer um filme para adolescentes. Ou seja, uma produção cheia de mortes, efeitos especiais, explosões, gritos, perseguições e um breve e improvável romance.

O resultado disso é uma ficção científica inexpressiva com toques de terror e ação que leva o espectador adulto ao tédio.

2 – Um personagem é pior que o outro. São tão rasos que não dá para avaliar se o elenco é bom. O herói Sean, vivido pelo ator Emile Hirsch (Milk – A Voz da Igualdade, Speed Racer e Alpha Dog), é um jovem que tem a Síndrome de Peter Pan e que só decide crescer quando o mundo começa a acabar.

A enigmática Natalie, personagem de Olivia Thirlby (Sexo Sem Compromisso e Juno), tem um segredo que não é revelado. Então, prepare-se! Mesmo com a má recepção da crítica e do público e uma arrecadação de menos de US$ 21 milhões (cerca de R$ 37 milhões) nos Estados Unidos, A Hora da Escuridão (The Darkest Hour) já tem um gancho para emplacar a parte dois.

A parte boa do longa é que os russos são retratados como pessoas normais, e não como inimigos iminentes dos tempos da Guerra Fria. Ponto positivo para Hollywood, não para a produção.


3 – A maioria das salas de cinema da cidade de São Paulo recebeu a bomba, me desculpe, A Hora da Escuridão no formato 3D. Para conferir a produção – que estreou no Brasil em 13 de janeiro e cujo os efeitos especiais não são impressionantes –, é necessário desembolsar uma grana a mais.

Eu não queria escrever isso, mas, na verdade, o trailer é melhor que o longa-metragem. Se não bota fé em resenhas negativas, arrisque-se. Mas não se esqueça que eu te avisei.

***

A Hora da Escuridão | Site oficial [em português]
www.ahoradaescuridao.com.br

A Hora da Escuridão | Site oficial [em inglês]
www.darkesthourmovie.com

*Por conta de uma pane em meu computador, este conteúdo redigido e publicado em 22 de janeiro de 2012.


Gostou? Então, leia também

Blecaute de 18/1, o dia do não ao SOPA e ao Pipa
Terry Richardson: O olhar do badalado fotógrafo na web
Sem computador, não há atualização
Importância da mulher em SP é revisitada em curso gratuito
Sandra Bullock, não te desculpo!
Gilberto Gil ganha acervo digital com mais de 30 mil itens
Inscrições para salão de humor World Press Cartoons 2012 vão até 31/1
I Encontro Paulista dos Pesquisadores da Cultura acontece em fevereiro
Projeto musical SP Representa volta em 2012 com 20 shows
3MOTIVOSPARA… continuar lendo o deborando em 2012

Debora de Lucas


//

W3Counter
Anúncios

10 pensamentos sobre “3MOTIVOSPARA… fugir do filme A Hora da Escuridão

  1. Pingback: Be mais cool! Faça um curso de arte on line do MoMA | deborando

  2. Pingback: 458 anos de São Paulo: Exposição fotográfica Help-Portrait mostra a cara dos paulistanos excluídos | deborando

  3. Pingback: Show gratuito de Os Paralamas do Sucesso abrilhanta aniversário de 458 anos de São Paulo | deborando

  4. Pingback: 3MOTIVOSPARA… conferir ao vivo o samba de Dona Inah no Centro Cultural da Juventude | deborando

  5. Pingback: Divirta-se com Laerte, Angeli, Adão Iturrusgarai e Allan Sieber no Dia do Quadrinho Nacional | deborando

  6. Pingback: MDNA: Madonna revela capa de novo CD. Relembre as “caras” dos outros discos da Rainha do Pop | deborando

  7. Pingback: Macunaíma de Mário de Andrade ganha exposição gratuita em São Paulo | deborando

  8. Pingback: CarnaSka: Móveis Coloniais de Acaju, Sapo Banjo, The Slackers e Larika agitam festa de pré-carnaval em SP | deborando

  9. Pingback: Que tal ganhar packs da trilogia O Poderoso Chefão? | deborando

  10. Pingback: Battleship: Irmãozinho da franquia Transformers não conquista público brasileiro | deborando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: