Helmut Newton e as suas modelos “invadem” museu de fotos em Estocolmo

A obra provocativa (e muitas vezes apontada como pornô!) do fotógrafo Helmut Newton (1920 – 2004) ganha uma mostra retrospectiva de 31 de maio a 29 de setembro, no Museu Fotografiska, em Estocolmo, na Suécia.

O retrato Bergstrom, Over Paris (1976) faz parte da retrospectiva/Helmut Newton/Reprodução

O retrato Bergstrom, Over Paris (1976) faz parte da retrospectiva/Helmut Newton/Reprodução

Aubriot-1975-Helmut-Newton-divulgacaoIntitulada com o nome do alemão, a exposição reúne o trabalho do homem que elevou a fotografia de Moda ao patamar de Arte.

Para isso, Newton mesclou erotismo, nudez, fotojornalismo, film noir e surrealismo
em suas imagen.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Autor de ousados ensaios e memoráveis capas de revistas top como Vogue e Elle, o berlinense foi um dos primeiros fotógrafos a estimular que as modelos encarnassem personagens.

A exibição é uma realização da viúva do mestre, June Newton, e do museu sueco.

Legenda & crédito
da imagem ao lado: A foto
Aubriot (1976) também compõe a exposição/Helmut Newton/Reprodução

 

HELMUT NEWTON
Data: de 31 de maio a 29 de setembro | Horário: de domingo a quarta-feira, das 9h às 21h, e de quinta a sábado, das 9h às 23h. | Quanto? Entre 90 e 120 coroas suecas (respectivamente, cerca de R$ 30 e R$ 40). Grátis até 12 anos.
Museu Fotografiska
Stadsgårdshamnen 22
116 45 | Estocolmo | Suécia
fotografiska.eu | Site Oficial [em sueco e em inglês]

Gostou? Leia também
Com direção de Marcelo Rubens Paiva, peça
multimídia Deus É um DJ estreia em SP
Lou Reed & Mick Rock: Pré-venda do livro
de fotografias Transformer se inicia na web
A História de “O”: Graphic novel de
Guido Crepax volta às livrarias brazucas
Bichanos se tornam protagonistas de pinturas
clássicas no livro Cat Art Collection
Livro Linda McCartney: Life in Photographs ganha versão para iPad
Peça teatral A Casa Amarela chega ao CCJ: Ator Gero
Camilo se transforma em Van Gogh no espetáculo
Mostra gratuita do cartunista Glauco reconta história recente do Brasil
Exposição do fotógrafo Eric Swayne traz Rolling Stones nos anos 1960
Iggy & The Stooges lança novo disco; Ouça agora Ready to Die!
Bowie anuncia pré-venda da edição de 40 anos de Aladdin Sane
Grátis: Nova edição da revista Factice já está na web
O passado e o presente de 6 top galãs dos anos 1980
Sem Tony Scott, filme Fome de Viver completa 30 anos
A partir de 100 filmes, livro reconta história da Sci-Fi no cinema

Debora de Lucas


//

W3Counter

Mostra gratuita do cartunista Glauco reconta história recente do Brasil

A partir de tiras de Glauco Vilas Boas (1957 – 2010), a mostra gratuita Abobrinhas da Brasilônia relembra os últimos 30 anos da História do Brasil. Os governos Sarney, Collor, Itamar, FHC e Lula vão ser revisitados na exibição.

Glauco nos anos 1980/Reprodução

Glauco nos anos 1980/Reprodução

Com ares de tributo e de retrospectiva, a exposição é inaugurada neste sábado (4), às 16h, na Caixa Cultural, em São Paulo.

A mostra, que pode ser visitada até 30 de julho, é composta por fotografias, cartuns, charges, animações, 30 desenhos originais e trabalhos em homenagem ao cartunista.

Los Tres Amigos
Ainda no sábado, às 19h, os cartunistas Angeli e Laerte concedem uma palestra sobre o companheiro.

No bate-papo, os artistas falam sobre o processo criativo de Glauco e contam como foi conviver pessoal e profissionalmente com o paranaense de Jandaia do Sul.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Entre as peripécias do trio, está a famosa HQ Los Tres Amigos. Nela, cada personagem é uma caricatura de cada um dos cartunistas.

***

ABOBRINHAS DA BRASILÔNIA – CHARGES DE GLAUCO VILAS BOAS
Abertura: 4 de maio (sábado), às 16h. | Data: de 4 de maio a 30 de junho, de terça-feira a domingo | Horário: das 9h às 20h
Palestra com Angeli e Laerte: 4 de maio (sábado), às 19h. Inscrições por ordem de chegada. 60 pessoas
Quanto? Grátis | Classificação Etária: Livre
Há acesso para pessoas com necessidades especiais.
Caixa Cultural São Paulo
Praça da Sé, 111
Centro | São Paulo | SP
Tel.: (11) 3321-4400

Gostou? Leia também
Exposição do fotógrafo Eric Swayne traz Rolling Stones nos anos 1960
Iggy & The Stooges lança novo disco; Ouça agora Ready to Die!
Bowie anuncia pré-venda da edição de 40 anos de Aladdin Sane
Na faixa: Sandália de Prata e Bebeto tocam juntos no CCJ
Grátis: Nova edição da revista Factice já está na web
Loja virtual lança camiseta com Arc Reactor do Homem de Ferro
Semana das Querências: Entrevistar o ator Michael Fassbender
Fotógrafo Sebastiano Rossi exalta nudez feminina
O passado e o presente de 6 top galãs dos anos 1980
Sem Tony Scott, filme Fome de Viver completa 30 anos
A partir de 100 filmes, livro reconta
história da ficção científica no cinema

Debora de Lucas


//

W3Counter

Mostra reúne 60 fotografias da viagem de Mário de Andrade à Amazônia

A exposição gratuita Mário de Andrade: Etnógrafo-Fotógrafo-Poeta apresenta 60 imagens feitas pelo autor de Pauliceia Desvairada (1922) durante viagem ao Pará e ao Peru.

A trip, denominada pelo modernista como “Viagem pelo Amazonas até o Peru, pelo Madeira até a Bolívia, e pelo Marajó até dizer chega”, foi realizada em 1927.

O Vitória no Madeira. Foto batida em 7 de julho de 1927, por Mário de Andrade/Arquivo Instituto de Estudos Brasileiros/Divulgação

O Vitória no Madeira. Foto de 7 de julho de 1927/ Mário de Andrade/Arquivo do IEB/Divulgação

Abrolhos. Registro de 13 de maio de 1927, por Mário de Andrade/Arquivo Instituto de Estudos Brasileiros/Divulgação

Abrolhos. Registro de 13 de maio de 1927/Mário de Andrade/Divulgação

Os cliques de
Mário de Andrade (1893 – 1945) são
em preto e branco e retratam a vida fora
dos grandes centros urbanos, o homem do campo e o trabalho rural no final dos loucos anos 1920.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Baía. Imagem de 13 de maio de 1927, por Mário de Andrade/Arquivo Instituto de Estudos Brasileiros (IEB)/Divulgação

Baía. Imagem de 13 de maio de 1927/Mário de Andrade/Divulgação

Com curadoria da pesquisadora Adrienne Firmo e organizada a partir do acervo do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB), a mostra permanece na Caixa Cultural São Paulo até 5 de maio.

MÁRIO DE ANDRADE: ETNÓGRAFO-FOTÓGRAFO-POETA
Data: Até 5 de maio
Horário: das 9h às 20h
Quanto? Grátis
Classificação
Etária:
Livre
Há acesso para pessoas com necessidades especiais.
Caixa Cultural
São Paulo

Praça da Sé, 111
Centro | São Paulo | SP
Tel.: (11) 3321-4400

Gostou? Leia também
David Bowie anuncia
pré-venda da edição de
40 anos de
Aladdin Sane

Exposição gratuita Batom, Lápis & TPM rola até 7/4
Coleção Stanley Kubrick em DVD sai por R$ 99,90 na Livraria Cultura
Livro New York Nights se desdobra em exposição de fotos nos Estados Unidos
Grátis: Arte cusquenha permanece até 28 de abril no Palácio da Boa Vista
E se Anakin Skywalker não tivesse se tornado Darth Vader…
Inscrições para Google Science Fair 2013 rolam até 30 de abril
Repaginado, romance de Philip K. Dick volta às livrarias brazucas
Fotógrafo Henri Cartier-Bresson ganha retrospectiva em Estocolmo
Liga da Justiça luta contra a fome no Chifre da África
Sociólogo destrincha jihadismo da Al Qaeda em livro
O passado e o presente de 6 top galãs dos anos 1980
Sem Tony Scott, filme Fome de Viver completa 30 anos
A partir de 100 filmes, livro reconta história da ficção científica no cinema
Belo corpo do músico Adam Levine “causa”… mais uma vez

Debora de Lucas


//

W3Counter

Livro New York Nights se desdobra em exposição de fotos nos EUA

Lançado em dezembro de 2012, o livro New York Nights se desdobrou em uma mostra fotográfica homônima nos Estados Unidos.

A exibição gratuita pode ser visitada até 4 de abril, de domingo a domingo, sempre a partir do meio-dia, na Clic Bookstore & Gallery, em Nova York (255 Centre Street, NYC, tel. 212-966-2766, info@clicgallery.com).

Radio City sob as lentes de  James T. e Karla L. Murray/Reprodução

Radio City sob as lentes de James T. e Karla L. Murray/Reprodução

O título dos fotógrafos James T. e Karla L. Murray apresenta a vida noturna da pulsante cidade
a partir de imagens
de fachadas de néon.

Capa da obra da editora Gingko Press/Reprodução

Capa da obra da editora Gingko Press/Reprodução

Do Radio City a Broadway
Cliques das luzes de endereços tradicionais – como o Radio City Music Hall – e de desconhecidos restaurantes, bares, tavernas, drogarias e lojas de discos recheiam o volume.

A impactante iluminação noturna
dos teatros da Broadway não ficou de fora da obra da editora Gingko Press.

O livro também
traz entrevistas com
os donos dos estabelecimentos.

Nas conversas, os proprietários contam
as suas histórias.

As narrativas se misturam a relatos pitorescos ocorridos nesses locais, como os encontros amorosos secretos entre o cantor Frank Sinatra (1915 – 1998) e a atriz Ava Gardner (1922 – 1990) nos anos 1950. O ninho do casal, o Rudy’s Bar & Grill, funciona até hoje.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Continuação?
New York Nights é, de certa forma, uma continuação do elogiadíssimo livro Store Front – The Disappearing Face of New York (2008).

No último, a dupla passou cerca de oito anos fotografando fachadas de lojas nova-iorquinas. Para a crítica especializada, o trabalho documentou as constantes mudanças da metrópole gringa.

Gostou? Leia também
Grátis: Arte cusquenha permanece até 28 de abril no Palácio da Boa Vista
E se Anakin Skywalker não tivesse se tornado Darth Vader…
Inscrições para Google Science Fair 2013 rolam até 30 de abril
Repaginado, romance de Philip K. Dick volta às livrarias brazucas
Fotógrafo Henri Cartier-Bresson ganha retrospectiva em Estocolmo
Liga da Justiça luta contra a fome no Chifre da África
Sociólogo destrincha jihadismo da Al Qaeda em livro
Black divas Elza Soares e Gaby Amarantos se apresentam juntas em SP
O passado e o presente de 6 top galãs dos anos 1980
Livro retrata beleza de casas em árvores para adultos
Sem Tony Scott, filme Fome de Viver completa 30 anos
Museu Casa da Xilogravura reúne mais de 3 mil obras em Campos do Jordão
A partir de 100 filmes, livro reconta história da ficção científica no cinema
Belo corpo do músico Adam Levine “causa”… mais uma vez
Com GIFs animados, artista digital Paolo Čerić dá vazão à criatividade
Stormtroopers como você (possivelmente) nunca viu

Debora de Lucas


//

W3Counter

Grátis: Arte cusquenha permanece até 28 de abril no Palácio da Boa Vista

A exposição gratuita Cusquenhos nas Coleções de Arte dos Palácios pode ser visitada até 28 de abril no Palácio da Boa Vista, em Campos do Jordão, no interior do Estado de São Paulo.

Com o subtítulo Reflexões sobre o Gosto nos Anos 1960 e 1970, a mostra de 66 quadros apresenta o movimento artístico que predominou nas mansões da sociedade paulista durante duas décadas do século 20.

A moda fez com que o governo estadual adquirisse as peças que compõem a coleção, hoje exposta na residência oficial de inverno do governador.

O quadro A Anunciação faz parte da exibição. O óleo sobre tela é da Escola Cusquenha e não tem data/Reprodução

O óleo sobre tela A Anunciação (s/d) faz parte da exibição/Reprodução

Telas & móveis
A tradição ditava que as pinturas de Cusco, de outras cidades peruanas e até mesmo da Bolívia dividissem espaço com móveis e objetos coloniais brasileiros.

A partir disso, a exibição foi montada para que o público viajasse no tempo
e se deparasse com a apropriação do período artístico, também conhecido
como barroco andino, pela sociedade paulista.

Para montar a exposição, a equipe do “museu-casa” fez um levantamento minucioso que verificou as datas, os pintores e as origens de cada tela do acervo.

Um pouco desse trabalho pode ser visto no vídeo que abre a mostra.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Visitinha básica
Além da exibição temporária, os visitantes têm a chance de conhecer alguns aposentos do palácio e apreciar de perto obras de importantes artistas brasileiros – como Tarsila do Amaral (1886 – 1973) e Candido Portinari (1903 – 1962) – que também fazem parte da coleção estadual.

MOSTRA CUSQUENHOS NAS COLEÇÕES DE ARTE DOS PALÁCIOS – REFLEXÕES SOBRE O GOSTO NOS ANOS 1960 E 1970
Data: Até 28 de abril (domingo) | Horário: de quartas-feiras a domingos e aos feriados, das 10h às 12h e das 14h às 17h | Quanto? Grátis.
Palácio da Boa Vista
Avenida Adhemar de Barros, 3.001 | Alto da Boa Vista | Campos do Jordão | São Paulo | Telefone: (12) 3668-9700 | e-mail: palacioboavista@sp.gov.br
Palácio da Boa Vista| Site Oficial
www.acervo.sp.gov.br

Gostou? Leia também
E se Anakin Skywalker não tivesse se tornado Darth Vader…
Inscrições para Google Science Fair 2013 rolam até 30 de abril
Repaginado, romance de Philip K. Dick volta às livrarias brazucas
Fotógrafo Henri Cartier-Bresson ganha retrospectiva em Estocolmo
Liga da Justiça luta contra a fome no Chifre da África
Sociólogo destrincha jihadismo da Al Qaeda em livro
Black divas Elza Soares e Gaby Amarantos se apresentam juntas em SP
Second Life: Rede social em 3D está realmente de volta?
O passado e o presente de 6 top galãs dos anos 1980
Livro retrata beleza de casas em árvores para adultos
Sem Tony Scott, filme Fome de Viver completa 30 anos
Museu Casa da Xilogravura reúne mais de 3 mil obras em Campos do Jordão
A partir de 100 filmes, livro reconta história da ficção científica no cinema
Belo corpo do músico Adam Levine “causa”… mais uma vez
Com GIFs animados, artista digital Paolo Čerić dá vazão à criatividade
Stormtroopers como você (possivelmente) nunca viu

Debora de Lucas


//

W3Counter

459 anos de SP: Exposição Um Paço aoseualcance devolve museu ao roteiro cultural paulistano

Uma mostra individual do artista multimídia Carlos Dias tira o Paço das Artes do recesso e o põe no roteiro cultural de 2013 da cidade de São Paulo. O retorno, intitulado de Um Paço aoseualcance, rola nesta sexta-feira (25), dia em que Sampa completa 459 anos.

A abertura está marcada para as 18h e contará com as presenças do MC Rodrigo Brandão e do multi-instrumentista Maurício Takara que vão apresentar uma música inédita como parte do happening.

O vernissage e a exposição, que permanece no museu até 24 de março, têm entrada franca.

Sem Título, do artista multimídia Carlos Dias/Alexandre Vianna/Divulgação

Sem Título, do artista multimídia Carlos Dias/Alexandre Vianna/Divulgação

Um Paço aoseualcance é composta por obras inéditas, instalações, performances e vídeos do gaúcho, de acordo com a instituição pública.

Além disso, o processo criativo do artista contemporâneo – que frequentemente é comparado aos norte-americanos Philip Guston (1913 – 1980) e Jean-Michel Basquiat (1960 – 1988) – também é abordado na mostra.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Para completar a exibição, o Paço oferece seis workshops gratuitos: Como fazer uma banda (23/2); Como gravar uma música (23/2); Circulação viaje musical (23/2); Karaoclash de animake (23/3); Oficina de livreto (23/3); e Como fazer seu material de divulgação (23/3). Mais informações pelo telefone (11) 3814 – 4832.

***

Caminhando – Na rabeira de Um Paço aoseualcance, o projeto Walking, baseado em reflexões sobre o ato de caminhar, também é inaugurado. Ainda no dia 25, o curador da mostra gratuita Giorgio Ronna recebe o público para uma visita guiada, às 19h.

Carlos Dias | Site Oficial
carlosdiasaoseualcance.tumblr.com

UM PAÇO AOSEUALCANCE, DE CARLOS DIAS
Abertura: 25 de janeiro (sexta-feira), às 18h
Visitação: 26 de janeiro a 24 março de 2012 | Horário: de terça a sexta-feira, das 11h30 às 19h, e aos sábados e aos domingos, das 12h30 às 17h30
Quanto? Grátis | Classificação: Livre
Paço das Artes
Avenida da Universidade 1
Cidade Universitária | São Paulo | São Paulo
Telefone: (11) 3814-4832
www.pacodasarte.org.br | Site Oficial

Gostou? Leia também
Debbie Harry é homenageada
em mostra fotográfica gringa

David Bowie: Com novo single,
Camaleão do Rock está de volta

6 incríveis must-haves para 2013
Goodbye, aufiderzein…
Fotógrafo registra Lady Gaga nos
bastidores de show dos Rolling Stones

Luiz Gonzaga: O centenário do Rei do Baião na web
Exposição apresenta vestidos da pintora Frida Kahlo
Steve McCurry: Os f***s também blogam
Guia do New York Times apresenta 125
roteiros de viagens curtas pela Europa

Blog Eat Sleep Draw bomba trabalhos de desenhistas
Rádio online Gladys Palmera tira internauta do tédio na web
Boekenwurm: Estante holandesa subverte convenções do Design
David LaChapelle ganha mostra em Estocolmo
6 homens que levantam o meu humor

Debora de Lucas


//

W3Counter

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: