Repaginado, romance de Philip K. Dick volta às livrarias brazucas

O romance Fluam, Minhas Lágrimas, Disse o Policial (Flow My Tears, the Policeman Said), do escritor de ficção científica Philip K. Dick, retorna às livrarias brasileiras com título original e nova tradução.

Nova edição brasileira do títiulo/Reprodução

Nova edição brasileira do títiulo/Reprodução

O volume da editora Aleph tem 256 páginas e custa R$ 46.

Com o nome Identidade Perdida: O Homem que Virou Ninguém, o livro foi apresentado aos leitores brazucas pela primeira vez em 1980.

Uma história insólita
Lançado em 1974, o título narra a insólita história do famoso apresentador de TV Jason Taverner.

Numa manhã, o protagonista acorda sozinho em um quarto de hotel e percebe que, da noite para o dia, se tornou um desconhecido.

Além disso, o homem descobre que todas as provas de sua existência sumiram.

A partir daí, Taverner tenta reaver seu passado e desvendar o enigma de seu desaparecimento.

A trama ganhou o badalado prêmio John W. Campbell Memorial em 1975.

Philip K. Dick/Philip K. Dick Trust/Reprodução

Philip K. Dick/Philip K. Dick Trust/Reprodução

Livros & filmes
Autor de mão cheia, o norte-americano (1928 – 1982) acompanhou a adaptação de seu romance Do Androids Dream of Electric Sheep? (1968) para o cinema.

No entanto, o escritor morreu de infarto dias antes da estreia de Blade Runner – O Caçador de Androides (1982), de Ridley Scott. Ele tinha apenas 53 anos.

O filme se tornou um clássico do gênero e concorreu a duas estatuetas do Oscar.

A Aleph promete relançar o livro que deu origem à produção até o fim deste ano.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

A vasta obra de PKD é composta por 44 romances e 121 contos que, vira e mexe, são adaptados para as telonas.

Entre os longas baseados no trabalho do autor estão O Vingador do Futuro (1990 e 2012), Minority Report – A Nova Lei (2002), O Pagamento (2003), O Vidente (2007) e Os Agentes do Destino (2011).

Gostou? Leia também
A partir de 100 filmes, livro reconta
história da ficção científica no cinema

Fotógrafo Henri Cartier-Bresson
ganha retrospectiva em Estocolmo

Grátis: 1ª Mostra Internacional de Bonecas
Infláveis se inicia nesta quarta (6/3) em SP

Liga da Justiça luta contra a fome no Chifre da África
Sociólogo destrincha jihadismo da Al Qaeda em livro
Black divas Elza Soares e Gaby Amarantos se apresentam juntas em SP
Second Life: Rede social em 3D está realmente de volta?
O passado e o presente de 6 top galãs dos anos 1980
Livro retrata beleza de casas em árvores para adultos
Sem Tony Scott, filme Fome de Viver completa 30 anos
Grupo a-ha ganha mostra fotográfica em Londres
Museu Casa da Xilogravura reúne mais
de 3 mil obras em Campos do Jordão
Belo corpo do músico Adam Levine “causa”… mais uma vez
Com GIFs animados, artista digital
Paolo Čerić dá vazão à criatividade

Editora Taschen ganha loja na cidade dos Simpsons
Stormtroopers como você (possivelmente) nunca viu
6 incríveis must-haves para 2013

Debora de Lucas


//

W3Counter

A partir de 100 filmes, livro reconta história da ficção científica no cinema

O livro espanhol Películas Clave del Cine de Ciencia-Ficción, de Sergi Sánchez, é indicado para os que adoram a deliciosa combinação entre cinema e ficção científica.

O autor selecionou 100 títulos da Sétima Arte e os transformou em verbetes que recontam a trajetória da Sci-Fi nas telonas.

Cena de 2001 – Uma Odisséia no Espaço (1968), de Stanley Kubrick/Reprodução

Cena de 2001 – Uma Odisséia no Espaço (1968), de Stanley Kubrick/Reprodução

Anedotas de bastidores, importância histórica, sinopses e fichas técnicas de cada longa compõem a obra de 280 páginas.

A seleção abrange as facetas de terror, ação, romance, policial e drama do gênero cinematográfico. A compilação se inicia com o classicão Viagem à Lua (1902), de Georges Méliès, e se encerra com o interessante Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças (2004), de Michel Gondry.

Mais filmes
Os históricos Metrópolis (1926), de Fritz Lang, A Noiva de Frankenstein (1935), de James Whale, O Dia em Que a Terra Parou (1951), de Robert Wise, Godzilla (1954), de Ishirō Honda, e O Planeta dos Macacos (1968), de Franklin J. Schaffner, não foram esquecidos.

Capa do livro de Sergi Sánchez/Reprodução

Capa do livro de Sergi Sánchez/Reprodução

Assim como os memoráveis Fahrenheit 451 (1966), de François Truffaut, 2001 – Uma Odisseia no Espaço (1968), de Stanley Kubrick, Guerra nas Estrelas (1977), de George Lucas, Alien, O Oitavo Passageiro (1979), de Ridley Scott, e Matrix (1999), de Andy e Lana Wachowski.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Grandes nomes
Outra bola dentro do livro de Sánchez é o capítulo Grandes Íconos.

Nesta parte, impor-
tantes colaboradores do gênero foram destacados como os autores H. G. Wells e Philip K. Dick, os cineastas Ed Wood e Steven Spielberg e os atores Bela Lugosi e Boris Karloff.

Películas Clave del Cine de Ciencia-Ficción (Ma Non Troppo/Robin Book) foi lançado em 2007 na Espanha e ainda não aportou no Brasil. Apesar disso, a obra pode ser comprada no www.robinbook.com por 19,95 € (cerca de R$ 50) sem as taxas de entrega.

Gostou? Leia também
Renato Teixeira inaugura nova
temporada de projeto musical no MIS

Oficinas  gratuitas de hip hop formam futuros
manos e minas; Inscrições rolam até 4ª (20/2)

Belo corpo do músico Adam Levine “causa”… mais uma vez
Oficina de montagem e colagem rola de graça em São Paulo
Com GIFs animados, artista digital
Paolo Čerić dá vazão à criatividade

Editora Taschen ganha loja na cidade dos Simpsons
Revista digital gringa comemora
90 anos do estúdio Warner Bros.

Otto faz show gratuito no CCJ
Museu da Língua Portuguesa tem
horário de funcionamento ampliado

Stormtroopers como você (possivelmente) nunca viu
6 incríveis must-haves para 2013

Debora de Lucas


//

W3Counter

Arnold Schwarzenegger retorna à franquia O Exterminador do Futuro

A imprensa estrangeira cantou a bola em 2012, e o ator Arnold Schwarzenegger confirmou a informação na semana passada. Sim, ele retornará à franquia O Exterminador do Futuro! O filme será o quinto da gabaritada série de ficção científica.

O ator e ex-Governator da Califórnia Arnold Schwarzenegger/Reprodução

O ator e ex-Governator da Califórnia Arnold Schwarzenegger/Reprodução

Ainda não se sabe quando e como o ex-Governator voltará, pois a primeira vez em que interpretou o mítico robô Terminator, tinha apenas 37 anos. Agora, o astro hollywoodiano é um senhor de 65.

O prestigiado site Imdb.com aponta que o ex-Mister Universo será um T – 1000, o androide mimético (e vilão) imortalizado pelo ator Robert Patrick (Duro de Matar 2 e Cop Land) em O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final.

O último título faturou quatro prêmios Oscar em categorias técnicas como Melhores Efeitos Especiais e Melhor Som.

Cameron & cia
Sob a batuta do diretor, roteirista e criador da franquia James Cameron (Titanic e Avatar), Arnie [@schwarzenegger] estrelou os excelentes O Exterminador do Futuro (1984) e O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (1991).

Com a saída do canadense, o ator também protagonizou o bom O Exterminador do Futuro 3 – A Rebelião das Máquinas (2003), de Jonathan Mostow (Substitutos).

Schwarzenegger só largou o osso em 2003, quando foi eleito governador da Califórnia.

Graças a sua carreira política de oito anos, o austro-americano se livrou do vexame O Exterminador do Futuro – A Salvação. Protagonizado pelo oscarizado Christian Bale (Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge e O Vencedor) e dirigido por McG (As Panteras e Guerra é Guerra!), o filme simplesmente não funcionou.

Futuro
O anúncio da volta à franquia, que catapultou a carreira de Schwarzenegger, aconteceu durante a campanha de divulgação do longa O Último Desafio (2013) em Londres, na Inglaterra, e se somou às revelações de que o astro participará da continuação de Conan, entre outros filmes.

O Último Desafio estreou no Brasil em 18 de janeiro e já arrecadou mais de R$ 1,8 milhão, segundo o portal filmeb.com.br.

Após trair a ex-esposa Maria Shriver com a empregada doméstica Mildred Baena – que trabalhou durante anos na casa do ator – e ter um filho com a mesma, o intérprete andou meio sumido.

No ano passado, repassou a sua vida na autobiografia Total Recall: My Unbelievably True Life Story e reapareceu em Os Mercenários 2, ao lado dos velhos companheiros Sylvester Stallone (Rocky – Um Lutador), Jean-Claude Van Damme (Soldado Universal), Dolph Lundgren (Mestres do Universo) e Bruce Willis (Duro de Matar).

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Eternamente carismático, com os caquinhos (aparentemente) recolhidos e munido do famoso bordão I’ll be back (eu voltarei), o sessentão Schwarzenegger tem ares de quem vai levar ainda muita ação às telonas.

Arnold Schwarzenegger | Site Oficial [em inglês]
www.schwarzenegger.com

Gostou? Leia também
Mostra Um Paço aoseualcance devolve
museu ao roteiro cultural paulistano

Debbie Harry é homenageada em mostra fotográfica gringa
David Bowie: Com novo single, Camaleão do Rock está de volta
6 incríveis must-haves para 2013
Goodbye, aufiderzein…
Fotógrafo registra Lady Gaga nos bastidores de show dos Stones
Exposição apresenta vestidos da pintora Frida Kahlo
Steve McCurry: Os f***s também blogam
Guia do New York Times apresenta 125
roteiros de viagens curtas pela Europa

Fotógrafo David LaChapelle ganha mostra em Estocolmo
6 homens que levantam o meu humor

Debora de Lucas


//

W3Counter

Fahrenheit 451: Clássico de Truffaut é exibido na TV Cultura nesta quinta (30)

O superclássico Fahrenheit 451 vai ser exibido nesta quinta-feira (30), às 22h, no Clube do Filme, na TV Cultura (canal 2, em São Paulo). Baseado no romance homônimo de Ray Bradbury (1920 – 2012), o longa-metragem do cineasta francês François Truffaut (1932 – 1984) apresenta uma realidade totalitária em que os livros são proibidos.

Um dos posteres do filme Fahrenheit 451/Reprodução

Para exterminar obras e reprimir cidadãos, equipes de bombeiros prendem leitores e queimam volumes. Até que um repressores, o experiente bombeiro Guy Montag (Oskar Werner), começa a furtar títulos e lê-los secretamente.

A ficção de científica de 112 minutos também conta com Julie Christie (Doutor Jivago e Troia) e Cyril Cusack (Meu Pé Esquerdo e O Dia do Chacal) no elenco.

Werner (1922 – 1984) já havia trabalhado com Truffaut. O austríaco deu vida a Jule no também classicão Jules e Jim – Uma Mulher para Dois (Jules et Jim). A produção de 1962 é uma das mais importantes do mestre da Nouvelle Vague.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Versão dubladaça
Apesar da versão dublada, a exibição é imperdível para quem gosta de Cinema. Fahrenheit 451 foi lançado em 1966 e, no mesmo ano, recebeu uma indicação ao Leão de Ouro, no Festival de Veneza. Classificação Indicativa: 12 anos

Gostou? Então, leia também
La Strada: Film Foundation restaura clássico de Fellini
Grafiteiro Binho Ribeiro coordena residência
gratuita no MIS; Inscrições vão até 11/9

A “peladice” de Lady Gaga versus a nudez de Madonna
Integrada às redes sociais, Madonna chega aos 54 anos
Pré-venda da megabox de CDs de Johnny Cash se inicia nesta sexta
Revista da Taschen ganha versão para iPad
Pelo Twitter, Axl Rose celebra temporada de shows em Las Vegas
Novo livro de Mario Testino chega às prateleiras em 30/9
Gosta de fotografia? Siga a @gettygallery!
Inscrições para Residência Núcleo de Estudos do MIS vão até 30/9

Debora de Lucas


//

W3Counter

Prometheus: Prelúdio da franquia Alien é espetacular

É impossível deixar a sala de cinema sem se sentir envolvido pelo filme Prometheus, de Ridley Scott. O prelúdio da franquia Alien se passa em 2093 e apresenta uma expedição científica que parte da Terra em busca da origem da humanidade.

Um dos cartazes do filme Prometheus, de Ridley Scott/Reprodução

Capitaneada pelos arqueólogos Elizabeth Shaw (Noomi Rapace)
e Charlie Holloway (Logan Marshall-Green), a equipe – também composta pela execu-
tiva da Weyland Corp Meredith Vickers (Charlize Theron),
pelo androide David (Michael Fassbender) e pelo capitão Janek (Idris Elba) – ruma à lua LV_223 e, lá, encontra
a sua perdição.

Antes de ser um
longa de ficção cientí
-fica (ou seja, um filme racional), a produção de 124 minutos leva às telonas emoções e comportamentos humanos como desejo, egoísmo, maldade, disputa, mentira, lealdade e traição.

Esses elementos estão aparentes na busca quase que fanática da dra. Shaw pelos Engenheiros – os criadores do homem–, na devoção desmedida de David por seu “pai” e nos constantes embates pelo poder que Vickers encara.

Por isso, a trama do diretor inglês comove e envolve a plateia. Ela nos mostra o que a humanidade é independente do tempo e do lugar.

A ausência da emblemática protagonista Tenente Ripley (Sigourney Weaver) consagra a franquia como um filme sobre mulheres fortes, determinadas, inteligentes e lutadoras. Ripley e Shaw vivem em mundos masculinos e precisam se sobressair a cada momento. Além disso, elas se tornam as últimas e as melhores esperanças da humanidade.

O hiato de Ridley Scott
O retorno de Ridley Scott (Blade Runner – O Caçador de Androides e Gladiador) ao universo alien demorou 33 anos para acontecer. Os admiradores da saga devem se lembram que USCSS Prometheus é a espaçonave que o cargueiro Nostromo resgata em Alien, o Oitavo Passageiro (1979), segundo longa-metragem da carreira do cineasta de 74 anos.


No entanto, Scott não perdeu a mão durante o hiato. O britânico conseguiu fazer um filme adulto, vibrante e instigante. Sem rebarbas, o elenco é perfeito, as subtramas se encadeiam e são necessárias para sustentar as mais de duas horas da produção. As cenas de ação e perseguição são verossímeis e assustadoras.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Prometheus está levando uma surra da animação Madagascar 3 nas bilheterias brasileiras e norte-americanas porém, é terrivelmente espetacular e não pode ser ignorado e muito menos deixado de ser apreciado nos cinemas. | Disponível em 2D e 3D | Em cartaz desde 15 de junho | Classificação indicativa: 14 anos

Prometheus | Site Oficial [em português]
www.prometheusfilme.com.br

Prometheus > Canal Oficial no YouTube

Prometheus | Site Oficial [em inglês]
www.prometheus-movie.com

Gostou? Então, leia também
Pedro Almodóvar e Antonio Banderas voltam a trabalhar
juntos; Relembre os filmes da parceria dos espanhóis espanhola

Última sessão da peça OhAmlet acontece em 25/6 na  Oswald de Andrade
Filme Woody Allen: A Documentary agrada críticos britânicos
Fotógrafo Antoine Verglas fantasia cotidiano de showgirl em livro
A Lua de Yakuza: Chocante livro de Shoko Tendo a R$ 5
Ziggy-Fy Yourself!: Encarne o alter ego de David Bowie
Galeria francesa organiza exposição em homenagem aos Rolling Stones
Andy Warhol, André Kertész, Claudio Edinger e Ozualdo
Candeias ganham exposições individuais no MIS em SP

Videoinstalação tem imagens inéditas do filme A Invenção de Hugo Cabret
7 Días en La Habana e Savages são as apostas de Benicio Del Toro para 2012
Filme O Corvo transforma escritor Edgar Allan Poe em personagem caricato
Diretor Marcos Prado erra na mão e transforma
filme Paraísos Artificiais em neopornochanchada

Debora de Lucas


//

W3Counter

DVDs Roubo nas Alturas, A Dama de Ferro e O Homem do Futuro são 3MOTIVOSPARA… passar o fim de semana em casa

1 – Desfalcados pelo morador do edifício de luxo Tower Heist e milionário Arthur Shaw (Alan Alda), o ex-gerente do prédio residencial Josh Kovacs (Ben Stiller) e os ex seus colegas de trabalho decidem recuperar suas economias roubando o apartamento do ladrão de colarinho branco.

Comédia Roubo nas Alturas/Reprodução

Sob esse argumento, a comédia Roubo nas Alturas (Tower Heist) apresenta em 104 minutos as estripulias que Stiller (Zoolander, Os Excêntricos Tenenbauns e Uma Noite no Museu) e seus comparsas – Matthew Broderick (Curtindo a Vida Adoidado), Gabourey Sidibe (Preciosa – Uma História de Esperança), Casey Affleck (Onze Homens e Um Segredo), Stephen Henderson (O Bom Coração) e Michael Peña (Babel) – fazem para reaver a grana.

Para realizar o delito, a patota convoca o ladrão pé de chinelo Slide, interpretado pelo ator Eddie Murphy (Norbit, Um Príncipe em Nova York e Um Tira da Pesada).

Como na comédia Trocando as Bolas [1983, de John Landis, com Eddie Murphy e Dan Aykroyd], o filme de Brett Ratner (Dragão Vermelho e A Hora do Rush) trata das artimanhas que os mais pobres usam para fazer justiça contra os ricos irresponsáveis.

A produção de 2011 cumpre despretensiosamente o seu papel e é deliciosamente divertida.

>>>Veja o trailer | NAS LOCADORAS DESDE 18 DE ABRIL

2 – Apesar da sondagem psicológica infundada, A Dama de Ferro (The Iron Lady) é um excelente longa-metragem. Rendeu à atriz Meryl Streep (O Diabo Veste Prada, As Horas e Kramer vs. Kramer) seu terceiro Oscar e reconta a história da primeira-ministra Margaret Thatcher, 86 anos.

Atriz Meryl Streep em A Dama de Ferro/Reprodução

A partir de fragmentos da vida pessoal e pública da chanceler britânica, o filme de Phyllida Lloyd (Mamma Mia! e Gloriana) retrata o Reino Unido entre os anos 1939 e 1990.

Sem meias palavras, a produção de 105 minutos também discute as questões de gênero dentro da esfera política da sociedade ocidental no final do século 20.

>>> Veja o trailer | NAS LOCADORAS DESDE 18 DE ABRIL

3 – Se não for o melhor, O Homem do Futuro é um dos grandes filmes brasileiros de ficção científica.

A direção precisa e o roteiro bem-amarrado de Cláudio Torres (Redentor e A Mulher Invisível) e as atuações certeiras do elenco capitaneado pelo ator Wagner Moura (VIPs, Tropa de Elite e Ó Paí, Ó) renovaram o batido tema de viagens no tempo.

O nacional O Homem do Futuro/Reprodução

A produção de 106 minutos conta a história do brilhante, mas infeliz, cientista Zero (Moura).

Preste a ser demitido, o quarentão testa um dos seus inventos que, acidentalmente, se converte em uma máquina do tempo. Ele volta ao passado e se encontra com Helena (Alinne Moraes), seu grande amor. A partir disso, tenta reconstruir a sua história.

Os efeitos especiais dignos (e feitos sob medida para o cinema nacional) dão ainda mais charme ao longa brazuca. Quem ainda não viu, está comendo bola!

>>> Veja o trailer | NAS LOCADORAS DESDE JANEIRO

Gostou? Então, leia também
Com Motoqueiro Fantasma 2 e O Pacto, Nicolas Cage reafirma más escolhas
Sandra Bullock, não te desculpo!
Taylor Lautner, o lobinho que quer ser gente grande
Filme A Filha do Mal não surpreende, porém
fatura mais de 53 milhões de dólares nos EUA
Sherlock Holmes, Os Descendentes e Cada um Tem a Gêmea que
Merece são 3MOTIVOSPARA passar o Carnaval nos cinemas
Ainda em 2011: Missão Impossível, Imortais, Tudo
pelo Poder, Compramos um Zoo e A Fera nos cinemas
Inscrições para festival de cinema do MuBE vão até 31 de maio
Isabeli Fontana, muito mais bonita por dentro do que por fora
Documentário Na Cama com Madonna é lançado em Blu-ray nos EUA
3MOTIVOSPARA… participar do concurso Homofobia Fora de Moda
O sinistro ataque dos velhos punheteiros
25 cópias de foto de capa de disco de David Bowie estão à venda
Arte contemporânea dos EUA ganha exposição no Malba
3MOTIVOSPARA… admirar o fotógrafo Steve Schapiro

Debora de Lucas


//

W3Counter


Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: