Luiz Gonzaga: O centenário do Rei do Baião na web

O sanfoneiro Luiz Gonzaga do Nascimento (1912 – 1989) completaria 100 anos neste 13 de dezembro. Logicamente, a data não passou em branco e ganhou destaque na web brasileira.

Canções como Baião e Asa Branca estão entre os sucessos de Luiz Gonzaga/Reprodução

Canções como Baião e Asa Branca estão entre os sucessos de Luiz Gonzaga/Reprodução

O Google transformou o eterno Rei do Baião em doodle.
  1. Além da charmosa brincadeira do potente buscador, grandes sites brasileiros publicaram notícias sobre o centenário do pernambucano nascido em Exu, interior de Pernambuco.
  2. Até os Correios se renderam ao nordestino e lançaram neste 13 de dezembro um selo em homenagem aos 100 anos de nascimento do artista.
  3. Luiz Gonzaga começou a carreira aos oito anos em 1920. Ele substituiu um sanfoneiro em uma festa na Fazenda de Caiçara, no Araripe (PE).
  4. Entra no Exército em 1930. Após quase dez anos de vida militar, deixa as Forças Armadas em 1939 e decide conhecer a cidade do Rio de Janeiro. Na capital fluminense, percebe que pode viver como músico e desiste de voltar para a sua cidade natal.
  5. Lua, um de seus apelidos, grava seu primeiro disco em 1945.
  6. Nasce Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior, o Gonzaguinha, em 22 de setembro de 1945. A criança é filha da cantora Odaléia Guedes dos Santos e é adotada pelo sanfoneiro.
  7. Com o conjunto Quatro Ases e um Coringa, grava a música Baião em 1946. A canção, que se tornou um sucesso em todo o país, foi a segunda da parceria entre Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira (1915 – 1979).
  8. A toada Asa Branca é gravada em 1947. A música é terceira da parceria entre Gonzaga e Teixeira e foi baseada na tradição oral nordestina. A canção se tornaria o carro-chefe do sanfoneiro.
  9. É consagrado o Rei do Baião em 1951.
  10. Sofre o primeiro acidente de trânsito ainda em 1951. A fatalidade se repetiria dez anos depois e iria ferir gravemente seu olho direito.
  11. A famosa música O Xote das Meninas é lançada em 1953. A cantora Marisa Monte regravaria o sucesso em seu primeiro disco, o Marisa Monte (1989).
  12. O compositor é impedido de cantar a música São os do Norte Que Vêm, de Capiba (1904 – 1997) e Ariano Suassuna, no Festival Internacional da Canção de 1966 (FIC-66).
  13. Caetano Veloso grava Asa Branca durante seu autoexílio na Inglaterra. A faixa faz parte do disco Caetano Veloso 1971 – Londres.
  14. Gonzaga canta para o Papa João Paulo 2° (1920 – 2005) e recebe os cumprimentos do Sumo Pontífice em 1980. Segundo amigos, foi um dos momentos mais emocionantes da vida do músico.
  15. A partir de 1982, passa a assinar como Gonzagão em todos os seus discos. O sanfoneiro ganhou esse apelido durante a turnê que realizou com o seu filho Gonzanguinha (1945 – 1991) em 1973.
  16. Com o LP Danado de Bom, recebe o primeiro disco de Ouro em 1984. Ainda no mesmo ano, o artista fatura o então importante Prêmio Shell.
  17. A caixa com cinco LPs 50 Anos de Chão é lançada em 1988.
  18. Desobedecendo ordens médicas e com auxílio de uma cadeira de rodas, Luiz Gonzaga sobe pela última vez ao palco em 6 de junho de 1989, no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda (PE).
  19. O Rei do Baião morre vítima de parada cardiorrespiratória em 2 de agosto de 1989.
  20. O Museu do Gonzagão é inaugurado no dia 13 de dezembro do mesmo ano.
  21. Em 1996, a jornalista francesa Dominique Dreyfus lança a biografia Vida do Viajante: A Saga de Luiz Gonzaga, pela editora 34.
  22. A vida do ilustre sanfoneiro chega às telonas na cinebiografia Gonzaga – De Pai para Filho em 26 de outubro de 2012. Bem recebido pela crítica e pelo público, o longa ainda não tem data para ser lançado em DVD. >>>VEJA O TRAILER


Conheça a versão completa deste Storify em goo.gl/LOAbR

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Gostou? Leia também
Exposição apresenta vestidos da pintora Frida Kahlo
Documentário Condor ganha exibição
gratuita na Cinemateca Brasileira

Festival portenho de quadrinhos indie chega à 5ª edição
Imperdível e grátis… Mostra panorâmica de
Adriana Varejão fica até 16/12 no MAM

Robô de brinquedo Cubebot é uma
simpática lembrancinha do MoMA

Steve McCurry: Os f***s também blogam
Documentário de Beyoncé ganha teaser
Guia do New York Times apresenta
125 roteiros de viagens curtas pela Europa

Livro reúne pôsteres da franquia James Bond
Blog Eat Sleep Draw bomba trabalhos de desenhistas
Rádio online Gladys Palmera tira internauta do tédio na web
Boekenwurm: Estante holandesa subverte convenções do Design
Fotógrafo David LaChapelle ganha mostra em Estocolmo
6 homens que levantam o meu humor
Reality show Vida de DJ rola até janeiro de 2013

Debora de Lucas


//

W3Counter

Anúncios

Livro reúne pôsteres da franquia James Bond

O livro James Bond 50 Years of Movie Posters reúne cartazes cinematográficos da franquia de 23 filmes do agente secreto 007. Apesar de não oficial, a aposta da editora britânica DK Publishing comemora os 50 anos de telonas do personagem criado pelo escritor Ian Fleming (1908 – 1964) em 1952.

Capa (ao centro) e páginas internas de James Bond 50 Years of Movie Posters/Reprodução

Em capa dura e com 320 páginas, o título conta com pôsteres do primeiro filme da série, 007 Contra o Satânico Dr. No (1962), até o último, 007 – Operação Skyfall (2012), de diversos cantos do mundo (veja filmografia completa a seguir). Além dos cartazes, a obra traz textos explicativos sobre cada campanha de divulgação e outros apetrechos como teasers e cards lobby.

Segundo a editora, o livro também apresenta materiais inéditos e raros.

Nas livrarias britânicas e norte-americanas desde 3 de setembro, James Bond 50 Years of Movie Posters não tem previsão de lançamento para o Brasil. No entanto, o título pode ser comprado em importadoras ou na Amazon.com por US$ 50 (cerca de R$ 100), sem as taxas de entrega.

Skyfall no Brasil
O longa-metragem 007 – Operação Skyfall (Skyfall) estreou no país em 26 de outubro e já levou mais de um milhão de espectadores aos cinemas.

Um dos pôsteres de 007 – Operação Skyfall/Reprodução

De acordo com o portal Filme B, o 23º filme da franquia faturou mais de R$ 2,2 milhões no último fim de semana no Brasil.

Na trama de 143 minutos, a lealdade de James Bond (Daniel Craig) por M (Judi Dench), chefe do Serviço Secreto Britânico, é testada.

O casamento entre o roteiro redondo de Neal Purvis, Robert Wade e John Logan, a direção precisa de Sam Mendes (Beleza Americana e Foi Apenas um Sonho) e a edição eletrizante de Stuart Baird (Lanterna VerdeSuperman – O Filme) deixaram a produção emocionante.

As facetas humanizada e sombria do 007 [@007] são aprofundadas a cada longa de forma primorosa por Craig (007 – Cassino Royale e 007 – Quantum of Solace). O oscarizado Javier Bardem está imbátivel como o vilão Silva. Tanto que a Academia já cogita nomear o espanhol ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante em 2013.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

No entanto, o ponto alto do filme é o desfecho inesperando. Com ele, mais um ciclo da franquia do mais charmoso espião de todos os tempos se completa.

***

FILMOGRAFIA COMPLETA DA FRANQUIA JAMES BOND
1º > 007 – Contra o Satânico Dr. No (Dr. No), 1962, com Sean Connery
2º > Moscou Contra 007 (From Russia with Love), 1963, com Sean Connery
3º > 007  – Contra Goldfinger (Goldfinger), 1964, com Sean Connery
4º > 007  – Contra a Chantagem Atômica (Thunderball), 1965,
com Sean Connery
5º > 007 – Só Se Vive Duas Vezes (You Only Live Twice),
1967, com Sean Connery
6º > 007 – A Serviço Secreto de Sua Majestade (On Her Majesty’s Secret Service), 1969, com George Lazenby
7º > 007 – Os Diamantes São Eternos (Diamonds Are Forever),
1971, com Sean Connery
8º >007 – Viva e Deixe Morrer (Live and Let Die), 1973, com Roger Moore
9º > 007 Contra o Homem com a Pistola de Ouro (The Man with the Golden Gun), 1974, com Roger Moore
10º > 007 – O Espião Que Me Amava (The Spy Who Loved Me),
1977, com Roger Moore
11º > 007 Contra o Foguete da Morte (Moonraker), 1979, com Roger Moore
12º > 007 – Somente Para Seus Olhos (For Your Eyes Only),
1981, com Roger Moore
13º > 007 Contra Octopussy (Octopussy), 1983, com Roger Moore
14º > 007 – Na Mira dos Assassinos (A View to a Kill ), 1985, com Roger Moore
15º > 007 – Marcado para a Morte (The Living Daylights),
1987, com Timothy Dalton
16º > 007 – Permissão para Matar (Licence to Kill), 1989, com Timothy Dalton
17º > 007 Contra GoldenEye (GoldenEye), 1995, com Pierce Brosnan
18º > 007 – O Amanhã Nunca Morre (Tomorrow Never Dies),
1997, com Pierce Brosnan
19 º > 007 – O Mundo Não é o Bastante (The World Is Not Enough),
1999 , com Pierce Brosnan
20º > 007 – Um Novo Dia Para Morrer (Die Another Day),
2002, com Pierce Brosnan
21º > 007 – Cassino Royale (Casino Royale), 2006, com Daniel Craig
22° > 007 – Quantum of Solace (Quantum of Solace), 2008, com Daniel Craig
23° > 007 – Operação Skyfall (Skyfall) 2012, com Daniel Craig

***

007 | Site Oficial [em inglês]
www.007.com

Gostou? Leia também
Cheio de marra, James Bond completa 50 anos de cinema
6 homens que levantam o meu humor
Arte interna da box Tarantino XX: 8-Films
Collection é (finalmente) revelada

Reality show Vida de DJ estreia nesta quarta (14/11) no Terra
Inscrições para Festival É Tudo Verdade se encerram em 10/12
Jorge Coli ministra palestra gratuita sobre ópera Macbeth em SP
Quem pode mais? Madonna ou Lady Gaga?
Ator Ricardo Darín estampa capa da revista Esquire Espanha
Designer Craig Knowles leva seus personagens ao Tumblr
Edvard Munch: O Grito recém-leiloado é exibido no MoMA
Apesar do peso histórico, mostra fotográfica
Observadores tem impacto positivo

Factice: uma revista de fotografia & moda na web
Exposição revisita obra de Nelson Rodrigues em SP

Debora de Lucas


//

W3Counter

Ator Ricardo Darín é capa da revista Esquire Espanha

O ator argentino Ricardo Darín estampa a capa da edição de novembro da revista Esquire Espanha. Em entrevista ao número 57 da publicação europeia, o portenho de 55 anos filosofa sobre o que crê e o que sabe da vida.

Ricardo Darín na capa da Esquire Espanha/Reprodução

Mais conhecido no Brasil pelos filmes
Nove Rainhas (2000),
O Segredo dos Seus Olhos (2009)
e Um Conto Chinês (2011), o intérprete é considerado pela crítica
mundial como um dos mais importantes nomes do cinema latino-americano.

Ricardo Alberto Darín nasceu em 16 de janeiro de 1957, em Buenos Aires, capital federal da Argentina,
e já participou de 41 longas-metragens
em seus 45 anos
de carreira.

Oscar
Só em 2010, o ator marcou dois “gols”
para a Sétima
Arte hermana.

Na pele de Benjamín Esposito, Darín ajudou o drama O Segredo dos Seus Olhos, de Juan José Campanella, a faturar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Cartaz argentino de O Segredo de Seus Olhos/Reprodução

Com o policial Abutres (2010), de Pablo Trapero, deu uma sacudida nas
bilheterias
argentinas levando
mais de 600 mil espectadores
às salas de cinema.

Protagonizou o drama Elefante Blanco, também de Trapero, e a comédia Una Pistola en Cada Mano, de Cesc Gay, neste ano. O primeiro deve estrear no Brasil em 9 de novembro. O último debuta na Espanha em 5 de dezembro.

2013
Tesis sobre un Homicídio chega às telonas em 2013. No filme argentino, o especialista em Direito Penal Roberto Bermúdez (Darín) descobre que o seu melhor aluno da faculdade de direito é autor de um assassinato brutal e decide investigar o caso.

Em pré-produção, o suspense do diretor novato Hernán Goldfrid está previsto para estrear em 17 de janeiro na Argentina.

Elefante Blanco deve estrear em novembro no Brasil/Reprodução

O portenho também faz parte da produção hispano-argentina Séptimo. No longa, um casal separado (Darín e Belén Rueda) tem os filhos raptados dentro do prédio do pai.

As rodagens do longa de Patxi Amezcua se iniciam em novembro em Buenos Aires, segundo o Fotogramas.es.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Ainda de acordo com o site, a estreia da película está prevista para o segundo semestre do ano que vem.

Gostou? Leia também
Designer Craig Knowles leva seus personagens ao Tumblr
Inscrições para curso gratuito sobre Arte
Contemporânea se iniciam em São Paulo

Arte interna da box Tarantino XX: 8-Films
Collection é (finalmente) revelada

Edvard Munch: O Grito recém-leiloado é exibido no MoMA
Apesar do peso histórico, mostra fotográfica
Observadores tem impacto positivo

The Girl: Obsessão de Alfred Hitchcock por
Tippi Hedren é recontada em telefilme da HBO

Factice: uma revista de fotografia & moda na web
Exposição revisita obra de Nelson Rodrigues em SP
Cheio de marra, James Bond completa 50 anos de cinema

Debora de Lucas


//

W3Counter

Festival de Cinema Polonês se inicia nesta quarta (24) em São Paulo

Em meio ao furacão cinematográfico da Mostra Internacional, o Festival de Cinema Polonês se inicia nesta quarta-feira (24) no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo.

Cartaz do Festival de Cinema Polonês/Reprodução

Até 28 de outubro, a mostra gratuita vai exibir sete longas-metragens realizados entre 2008 e 2011 – como os já taribados nas salas brasileiras Tudo que Eu Amo (2009) e Veneza (2010).

Segundo a organização, os títulos foram escolhidos com o objetivo de apresentar a diversidade e a qualidade do cinema polonês contemporâneo.

Dois filmes vão ser projetados diariamente, e os ingressos vão ser distribuídos uma hora antes de cada sessão.

Tradição
Não tão tradicional quanto a 36ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, o festival polonês acontece desde 2009 no Brasil.

O evento, que rolou no Rio de Janeiro na semana passada, ruma para Brasília após a temporada paulistana. Lá, a exibição acontece de 6 a 11 de novembro no Centro Cultural Banco do Brasil da cidade. Mais informações em www.bb.com.br.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA
24 de outubro (quarta-feira)
17h30 – Zero | Dir.: Pawel Borowski | Elenco: Kamilla Baar, Malgorzata Bereza e Przemyslaw Bluszcz | Sinopse: Uma história sobre amor e ódio, violência, sexo e segredos surpreendentes se desenrola em 24 horas. [Drama & Ação] | Duração: 110 min | Ano: 2009 | Projeção: Blu-Ray

20h – Pequena Moscou [Mala Moskwa] | Dir.: Waldemar Krzystek | Elenco: Svetlana Khodchenkova, Leslaw Zurek e Dmitriy Ulyanov. | Sinopse: Durante a Guerra Fria, uma jovem casada soviética e um oficial polonês se unem pela música. [Drama & Romance] | Duração: 113 min | Ano: 2008 | Projeção: DVD | [Trailer não localizado :( ]

25 de outubro (quinta-feira)
17h30 – Rosinha [Różyczka] | Dir.: Jan Kidawa-Blonski | Elenco: Andrzej Seweryn, Magdalena Boczarska e Robert Wieckiewicz. | Sinopse: Durante o regime comunista, a jovem Kamila (Boczarska)se torna amante do professor Warczewski (Seweryn) para espioná-lo. [Drama, História & Romance] | Duração: 118 min | Ano: 2010 | Projeção: DVD

20h – Essential Killing | Dir.: Jerzy Skolimowski | Elenco: Vincent Gallo, Emmanuelle Seigner e Zach Cohen. | Sinopse: Um prisioneiro de guerra afegão se liberta e tenta fuguir do exército norte-americano. Pelo longa, Skolimowski recebeu os prêmios Especial do Júri e CinemAvvenire no Festival de Veneza, em 2010.[Suspense & Guerra] | Duração: 83 min| Ano: 2010 | Projeção: Blu-Ray

26 de outubro (sexta-feira)
17h30 – O Moinho e a Cruz [The Mill and the Cross] | Dir.: Lech Majewski | Elenco: Rutger Hauer, Michael York e Charlotte Rampling. | Sinopse: O filme recria o processo de pintura do quadro A Procissão para o Calvário, de Pieter Bruegel (1525 – 1569). A obra do pintor narra a Paixão de Cristo durante a ocupação espanhola. [Drama & História] | Duração: 96 min | Ano: 2011 | Projeção: Blu-Ray | Veja o trailer 

20h – Tudo que Eu Amo [Wszystko, co kocham] | Dir.: Jacek Borcuch | Elenco: Mateusz Kosciukiewicz, Olga Frycz e Jakub Gierszal. | Sinopse: Em 1981, o Movimento Solidariedade ganha força, e os rumores de uma revolução na Polônia crescem. Neste turbilhão, os adolescentes Janek (Kosciukiewicz) e Basia (Frycz) se apaixonam e enfrentam todas as dificuldades políticas do período. [Comédia, Drama & Música] | Duração: 91 min| Ano: 2009 | Projeção: Blu-Ray

27 de outubro (sábado)
16h30 – Veneza [Wenecja] | Dir.: Jan Jakub Kolski | Elenco: Marcin Walewski, Magdalena Cielecka e Agnieszka Grochowska. | Sinopse: Marek (Walewski), um garoto de 11 anos, sonha em viajar para Veneza. Com a Segunda Guerra Mundial, o menino tem seu sonho adiado e é mandado para morar na casa de sua tia. [Drama] | Duração: 114 min| Ano: 2010 | Projeção: DVD | [Trailer não localizado :( ]

Pôster polonês do longa-metragem Veneza (2010)/Reprodução

19h – Zero | Dir.: Pawel Borowski | Elenco: Kamilla Baar, Malgorzata Bereza e Przemyslaw Bluszcz | Sinopse: Uma história sobre amor e ódio, violência, sexo e segredos surpreendentes se desenrola em 24 horas. [Drama & Ação] | Duração: 110 min | Ano: 2009 Projeção: Blu-Ray | Veja o trailer

28 de outubro (domingo)
16h30 – Rosinha [Różyczka] | Dir.: Jan Kidawa-Blonski | Elenco: Andrzej Seweryn, Magdalena Boczarska e Robert Wieckiewicz. | Sinopse: Durante o regime comunista, a jovem Kamila (Boczarska)se torna amante do professor Warczewski (Seweryn) para espioná-lo. [Drama, História & Romance] | Duração: 118 min | Ano: 2010 | Projeção: DVD | Veja o trailer

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

19h – O Moinho e a Cruz [The Mill and the Cross] | Dir.: Lech Majewski | Elenco: Rutger Hauer, Michael York e Charlotte Rampling. | Sinopse: O filme recria o processo de pintura do quadro A Procissão para o Calvário, de Pieter Bruegel (1525 – 1569). A obra do pintor narra a Paixão de Cristo durante a ocupação espanhola. [Drama & História] | Duração: 96 min| Ano: 2011 | Projeção: Blu-Ray

FESTIVAL DE CINEMA POLONÊS
Data: de 24 a 28 de outubro
Horário: Variados. Confira a programação | Quanto? Grátis.
Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo (CCBB SP) [www.bb.com.br]
Rua Álvares Penteado, 112
Centro | São Paulo | São Paulo
Telefones: (11) 3113-3651 e 3113-3652

Gostou? Então, leia também
The Girl: Obsessão de Alfred Hitchcock por
Tippi Hedren é recontada em telefilme da HBO

Factice: uma revista de fotografia & moda na web
Exposição revisita obra de Nelson Rodrigues em SP
Oficina ensina técnicas para montagem de produtos sustentáveis
Cheio de marra, James Bond completa 50 anos de cinema
Cartunista Robert Crumb ganha nova compilação da Taschen
Box set reúne apresentações de Amy Winehouse na BBC
Espetáculo Ulisses Molly Bloom – Dançando para
Adiar permanece na Casa das Rosas até 27/10

John Lennon é o Maior Ícone Musical
dos últimos 60 anos, aponta revista NME

David Bowie é homenageado em simpósio de universidade gringa

Debora de Lucas


//

W3Counter

Com extras, O Artista é lançado em DVD e em Blu-ray no Brasil

O belíssimo filme O Artista (The Artist) chegou às prateleiras brasileiras nos formatos DVD (R$ 39,90) e Blu-ray (R$ 79,90) na última terça-feira (26). Para a alegria dos cinéfilos, a produção franco-belga foi lançada no país com o esperado material extra composto por making of, erros de gravação e entrevistas e depoimentos do elenco e da produção.

O Artista nos formatos DVD e Blu-ray/Reprodução

Ambientada no início da era dos filmes falados de Hollywood, a trama de 100 minutos se passa nos anos 1920 e narra a decadência do astro do cinema mudo George Valentin (Jean Dujardin) e a ascensão da jovem atriz Peppy Miller (Bérénice Bejo).

Dirigido e escrito por Michel Hazanavicius (Agente 117 – Rio Não Responde Mais), o longa-metragem mudo e em preto e branco faturou cinco estatuetas douradas na última edição do Oscar, entre elas Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Ator.

Em tempos de 3D, a ousada aposta também conquistou sete prêmios Bafta, três Globos de Ouro e um em Cannes.

Homenagem não declarada
A produção mergulha em um período difícil da História do Cinema americano e retrata com sensibilidade o ostracismo que muitos atores e atrizes sofreram com a chegada do som às telonas. Além disso, aborda de forma tocante as constantes mudanças do mundo contemporâneo.

O drama, que paulatinamente se transforma em uma história de amor, apresenta valores como amizade, gratidão e solidariedade.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

A homenagem não declarada de Hazanavicius ao cinema mudo arrecadou cerca de US$ 130 milhões (cerca de R$ 270 milhões) pelo mundo e rendeu frutos até para o cãozinho Uggie. Na última segunda-feira (25), o simpático personagem deixou a marca de suas patinhas na badalada calçada da fama hollywoodiana.


O Artista | Site Oficial [em inglês]

weinsteinco.com/sites/the-artist

Gostou? Então, leia também
Prometheus: Prelúdio da franquia Alien é espetacular
Pedro Almodóvar e Antonio Banderas voltam a
trabalhar juntos; Relembre os filmes da parceria
Filme Woody Allen: A Documentary agrada críticos britânicos
7 Días en La Habana e Savages são as apostas de Benicio Del Toro para 2012
Trupe Circo Roda repassa trajetória em espetáculo gratuito no CCJ
Madonna: Livro de fotos Sex completa 20 anos
Ingressos para show de Morrissey e Iggy
and the Stooges nos EUA já estão à venda
Fotógrafo Antoine Verglas fantasia cotidiano de showgirl em livro
A Lua de Yakuza: Chocante livro de Shoko Tendo a R$ 5
Ziggy-Fy Yourself!: Encarne o alter ego de David Bowie
Galeria francesa organiza exposição em homenagem aos Rolling Stones

Debora de Lucas


//

W3Counter

Clássico Freaks é exibido com trilha sonora ao vivo neste domingo (24) no MIS

O clássico do cinema de terror norte-americano Freaks (1932) é exibido neste domingo (24), no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo. Com trilha sonora executada ao vivo pelo grupo Pedra Branca, a sessão se inicia às 16h.

Freaks (1932), de Tod Browning/Reprodução

As entradas custam R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia) e podem ser compradas na bilheteria do espaço público ou no IngressoRápido.com.br. A exibição  faz parte do projeto mensal Cinematographo.

Dirigido por Tod Browning (1880 –1962) e baseado no conto Spurs, de Tod Robbins (1888 –1949), o longa de 64 minutos narra o envolvimento da bela trapezista Cleópatra (Olga Baclanova) com o anão e líder do show de esquisitices Hans (Harry Earles).

Por sugestão de seu amante Hércules (Henry Victor), a jovem aceita o pedido de casamento do pequeno homem.

Durante a festa nupcial, a noiva humilha o showman e a sua trupe de deformados. Neste momento, Hans percebe que Cleópatra se casou interessada apenas em sua enorme herança. A partir daí, os rejeitados se unem e se vingam.

Seja bonzinho e curta a página do deborando ;) no Facebook!

Monstros
Também conhecida pelo título Monstros no Brasil, a produção da MGM foi eleita pela mini enciclopédia 101 Horror Movies You Must See Before You Die [101 Filmes de Terror que Você Precisa Assistir Antes de Morrer] como um dos longas mais importantes do gênero.

FREAKS NO MIS
Data: 24 de junho (domingo) | Horário: às 16h | Quanto? R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). As entradas podem ser adquiridas na bilheteria do MIS ou no IngressoRápido.com.br. A compra da meia-entrada não é possível pelo site.
173 lugares
| Classificação: 14 anos | Acesso para cadeirantes | Ar condicionado | Estacionamento conveniado
Local: Museu da Imagem e do Som (MIS)
Avenida Europa, 158
Jardim Europa | São Paulo | São Paulo
Telefone: (11) 2117-4777
MIS | Site oficial
www.mis-sp.org.br

Gostou? Então, leia também
Prometheus: Prelúdio da franquia Alien é espetacular
Pedro Almodóvar e Antonio Banderas voltam a
trabalhar juntos; Relembre os filmes da parceria

7 Días en La Habana e Savages são as apostas de Benicio Del Toro para 2012
Filme Woody Allen: A Documentary agrada críticos britânicos

Ingressos para show de Morrissey e Iggy and the Stooges já estão à venda

Última sessão da peça OhAmlet acontece em 25/6 na Oswald de Andrade
Fotógrafo Antoine Verglas fantasia cotidiano de showgirl em livro
A Lua de Yakuza: Chocante livro de Shoko Tendo a R$ 5
Ziggy-Fy Yourself!: Encarne o alter ego de David Bowie
Galeria francesa organiza exposição em homenagem aos Rolling Stones
Andy Warhol, André Kertész, Claudio Edinger e Ozualdo
Candeias ganham exposições individuais no MIS


Debora de Lucas


//

W3Counter

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: