Maria Rita homenageia Elis Regina em show gratuito em São Paulo

Neste sábado (5/5), a cantora Maria Rita homenageia sua mãe, a cantora Elis Regina (1945 – 1982), em um concerto gratuito e ao ar livre no Parque da Juventude, na zona norte da cidade de São Paulo.

Maria Rita revisita 24 sucessos da mãe em show em SP/Virada Cultural 2009/Silvio Tanaka

O espetáculo se inicia às 15h e conta com 24 sucessos da saudosa Pimentinha. De acordo com a organização, as canções Águas de Março, O Bêbado e a Equilibrista, Alô Alô Marciano, Como Nossos Pais e Madalena compõem o repertório (veja o set list completo abaixo).

A apresentação faz parte do Projeto Viva Elis que lembra os 30 anos de morte da cantora gaúcha. O show capitaneado por Maria Rita já passou por Porto Alegre (RS), Recife (PE) e Belo Horizonte (MG) e, em 13 de maio, vai aportar no Rio de Janeiro para a última performance. Elis morreu aos 36 anos, vítima de overdose de drogas, em 19 de janeiro de 1982.

O projeto também banca exposições gratuitas que relembram a carreira e a obra da artista que foi (e é!) considerada a melhor cantora do Brasil.

Exposição em São Paulo
Na capital paulista, a mostra – Viva Elis – está sediada no Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1.000, tel. 11 3397 4002) e pode ser visitada até 20 de maio, de terças a sextas-feira, das 10h às 19h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h30.

LEIA TAMBÉM >>> Exposição não reflete grandiosidade de Elis Regina

Segundo o site do projeto, a exibição passará pelas cidades de Porto Alegre (de 10 de junho a 15 de julho), Recife (de 5 de agosto a 25 de setembro), Rio de Janeiro (de 10 de outubro a 11 de novembro) e Belo Horizonte (27 de novembro a 6 de janeiro).

Elis na Virada Cultural
A apresentação de Maria Rita em homenagem a Elis Regina acontece durante a Virada Cultural em São Paulo. No entanto, o espetáculo não faz parte da maratona gratuita que rola nos dias 5 e 6 de maio.


Elis Regina a todo vapor/Reprodução

Para lembrar os 30 anos de morte da cantora, a prefeitura programou 17 shows que levarão os discos mais emblemático da Pimentinha ao palco Boulevar São João.

A série de concertos se inicia às 18h do sábado (5), e os cantores apresentarão álbuns como Samba Eu Canto Assim (1965), Em Pleno Verão (1970), Elis e Tom (1974), Falso Brilhante (1976) e Elis, Essa Mulher (1979).

O último show da homenagem fica por conta de Jair Rodrigues. O amigão e parceiro da cantora sobe ao palco em 6 de maio (domingo), às 18h, para interpretar o lindíssimo disco Dois na Bossa (1965). CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA 

Uma semana depois, o Zimbo Trio e a cantora Graça Braga fazem um tributo a Elis. O espetáculo gratuito acontece em 12 de maio (sábado), às 20h, no Centro Cultural São Paulo. MAIS INFORMAÇÕES

***

SET LIST DO SHOW GRATUITO DE MARIA RITA EM HOMENAGEM A ELIS REGINA
1.
Imagem/Arrastão
2. Como Nossos Pais
3. Vida de Bailarina
4. Bolero de Satã
5. Águas de Março
6. Saudosa Maloca/Agora Tá
7. Ladeira da Preguiça
8. Vou Deitar e Rolar
9. Querelas do Brasil
10. O Bêbado e a Equilibrista
11. Menino/Onze Fitas
12. Me Deixas Louca
13. Tatuagem
14. Essa Mulher
15. Se Eu Quiser Falar com Deus
16. Zazueira
17. Alô Alô Marciano
18. Aprendendo a Jogar
19. Doce de Pimenta
20. Morro Velho
21. O que Foi Feito/Maria Maria
22. Fascinação
23. Madalena
24. Redescobrir

MARIA RITA CANTA ELIS NO PARQUE DA JUVENTUDE
Data: 5 de maio (sábado) | Horário: às 15h | Quanto? Grátis
Avenida Cruzeiro do Sul, altura do número 2500, ou Zachi Narchi, 1300 (ao lado da estação de Metrô Carandiru) | Santana | São Paulo | São Paulo

Telefone (11) 2251-2706
Projeto Viva Elis | Hotsite
www.nivea.com.br/niveavivaelis

Maria Rita | Site oficial
www.maria-rita.com

>>>Centro Cultural São Paulo | Viva Elis no CCSP, 30 Anos com Você

Gostou? Então, leia também
Exposição não reflete grandiosidade de Elis Regina
A Bossa do Lobo, mais uma biografia de Ronaldo Bôscoli chega às livrarias
3MOTIVOSPARA… participar do prêmio São Paulo de Literatura 2012
Caixa de Cinema: Jukebox de filmes é inaugurada no MIS
Elizabeth Taylor, o recomeço de Lindsay Lohan
Universo paralelo de Helena Blomqvist ganha exposição em Estocolmo
Isabeli Fontana, muito mais bonita por dentro do que por fora

Documentário Na Cama com Madonna é lançado em Blu-ray nos EUA
3MOTIVOSPARA… participar do concurso Homofobia Fora de Moda 2012
O sinistro ataque dos velhos punheteiros
3MOTIVOSPARA… admirar o fotógrafo Steve Schapiro
Terry Richardson’s Diary: O olhar do badalado fotógrafo de moda na web
25 cópias de foto de capa de disco de David Bowie estão à venda
My Week with Marilyn estreia nos Estados Unidos
Sandra Bullock, não te desculpo!

Debora de Lucas

//

W3Counter

Show gratuito de Os Paralamas do Sucesso abrilhanta aniversário de 458 anos de São Paulo

A banda de rock Os Paralamas do Sucesso subiu ao palco do evento Planeta Parque 2012, às 18h, da última quarta-feira (25), para comemorar o aniversário de 458 anos da cidade de São Paulo. O show gratuito e ao ar livre aconteceu no Parque da Juventude, na zona norte da capital paulista.

Da esquerda para direita, João Barone, Herbert Vianna e Bi Ribeiro tocaram sucessos como “Óculos”, “Alagados”, “Cuide Bem do Seu Amor” e “Cinema Mudo” no Parque da Juventude/Divulgação

Sem chuva e durante uma hora e quinze minutos, Herbert Vianna (voz e guitarra), Bi Ribeiro (baixo) e João Barone (baterista) revisitaram os mais de trinta anos de estrada do trio com sucessos das décadas de 1980, 1990 e 2000.

Crianças, adolescentes, universitários, trintões, quarentões e cinquentões compuseram o público que respondeu à altura e dançou e cantou ao som de hits como “Mensagem de Amor”, “Óculos”, “Lourinha Bombril”, “Cinema Mudo”, “Cuide Bem do Seu Amor”, “Alagados”, “Lanterna dos Afogados”, “Melô do Marinheiro” e “Ela Disse Adeus”.

A escalação do Paralamas para o festival foi perfeita, pois a mistura entre rock, ska e canções de amor romântico encantou até o espectador mais ranzinza.

Na verdade, a cada canção, a plateia conferia um grupo de músicos, que antes de tudo são amigos, e que tocam juntos pelo prazer, e não só pela grana. E isso é muito bonito de se ver, principalmente, quando a banda tem anos de estrada.

Além disso, houve o simbolismo – pensado ou não – da escolha. Como São Paulo, o Paralamas é bem sucedido e tem uma história longa e sólida. Em suma, a apresentação, mesmo sem fogos de artifícios, abrilhantou os 458 anos da capital paulista e agradou os filhos da terra da garoa.

***

NEY MATOGROSSO NOS 458 ANOS DE SAMPA – O talento, o profissionalismo e o preciosismo do cantor Ney Matogrosso, 70, não resistiram à má estrutura oferecida pela Prefeitura de São Paulo. O show gratuito do ex-vocalista dos Secos & Molhados em homenagem aos 458 anos da capital paulista não teve a graça e nem o impacto esperados. O concerto de uma hora e dez minutos, que rolou na última quarta (25), às 20h, na Praça da República, apresentou problemas com o som.

Cantor Ney Matogrosso/Divulgação

As pessoas, que estavam junto ao palco, viram e ouviram o espetáculo intimista “Beijo Bandido” sem problemas. No entanto, as que optaram por fugir da muvuca, ficar atrás e conferir tudo dos telões, não escutaram nada.

Na verdade, os dois telões não passaram de duas telinhas que transmitiram – mas não captaram – a apresentação do artista.

Quem conhece o trabalho do cantor, sabe que seus concertos têm que ser vistos e ouvidos porque Ney é extremamente performático.

Nota zero para Prefeitura. Ela deveria ter respeitado os quarenta anos de estrada de um dos maiores cantores da Música Popular Brasileira e honrado o aniversário da cidade.

***

AES ELETROPAULO PRESENTEIA SÃO PAULO COM ÁGUA DE ESGOTO – Enquanto as empresas privadas bancaram apresentações de músicos e atividades culturais gratuitas para comemorar os 458 anos de São Paulo, a AES Eletropaulo [@AESEletropaulo] deu um presente estranho à cidade.

Na última quarta-feira (25), funcionários terceirizados da concessionária de energia elétrica executaram uma obra na Praça da República, na altura da Rua Barão de Itapetinga, onde há uma faixa de pedestres.

Durante o trabalho, água de esgoto foi despejada nas ruas do centro da capital paulista. A correnteza fétida saiu da Barão e foi até a Rua 24 de Maio, e coincidiu com o término do show do cantor Ney Matogrosso.

Às 21h10, os espectadores – que haviam acabado de assistir ao concerto e haviam cruzado a rua pela travessia – se depararam com água suja e tiveram que procurar pontos para saltar e não molhar os pés. Quem não quis se arriscar, teve que caminhar pelo meio da rua até 24 de Maio.

Bom, esse foi o presente da AES Eletropaulo para o aniversário de 458 anos de São Paulo. No ano que vem, é possível que a empresa brinde a capital paulista com um blecaute.

Gostou? Então, leia também
Ney Matogrosso e Os Paralamas do Sucesso são as
estrelas do aniversário de 458 anos de São Paulo

Exposição Help-Portrait mostra as caras dos paulistanos excluídos
Be ‘mais’ cool! Faça um curso de arte on line do MoMA
3MOTIVOSPARA… fugir do filme A Hora da Escuridão
Monique do BBB 12: De possível vítima a puta
Sandra Bullock, não te desculpo!
Blecaute de 18/1, o dia do não ao SOPA e ao Pipa
Terry Richardson: O olhar do badalado fotógrafo de moda na web
Inscrições para salão de humor World Press Cartoons 2012 vão até 31/1
Projeto musical SP Representa volta em 2012 com 20 shows
3MOTIVOSPARA… continuar lendo o deborando em 2012

Debora de Lucas


//

W3Counter

Cultura Livre SP avalia reagendamento de show gratuito de Zélia Duncan

Ainda não há uma nova data para o próximo show gratuito da cantora e compositora Zélia Duncan na capital paulista informa a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo em nota oficial. No entanto, ainda de acordo com o comunicado, a coordenação do evento – Cultura Livre SP – está avaliando o reagendamento do concerto.

Cantor e compositora Zélia Duncan/Divulgação

A artista começou a se apresentar no último domingo (18), às 16h, em um show ao ar livre, no Parque da Juventude. Porém, por causa da forte chuva que caía na cidade de São Paulo, o espetáculo foi suspenso.

“A chuva lateral e acompanhada pelo vento invadia o palco causando prejuízo aos equipamentos e risco aos músicos”, afirma a Secretaria de Estado da Cultura.

Na apresentação, Zélia iria cantar músicas de seu último álbum – “Pelo Sabor do Gesto, Em Cena”.

Mudanças para 2012
Para 2012, o órgão público explica que a organização do projeto Cultura Livre SP pode mudar o horário dos próximos shows para evitar novas suspensões.

Cultura Livre SP | Site oficial
culturalivresp.com.br

Secretaria de Estado da Cultura | Site oficial

www.cultura.sp.gov.br

Zélia Duncan | Site oficial
www.zeliaduncan.com.br

Gostou? Então, leia também
SP: Zélia Duncan faz show gratuito neste domingo
3MOTIVOS PARA… miar com “Gato de Botas”
Gostaria de passar um dia com Antonio Banderas? Há como…
3MOTIVOS PARA… conferir “Os Muppets” no cinema
Centro de Memória do Circo preserva história dos picadeiros brasileiros
Inscrições para exposição Batom, Lápis e TPM 2012 já estão abertas
Amy Winehouse é homenageada em exposição de galeria londrina
“Os Especialistas”: Filme de ação é uma ótima escolha
Mossto cria sapato com salto trocável
Gorillaz completa dez anos e lança coletânea
“My Week with Marilyn” estreia nos Estados Unidos

Debora de Lucas


//

W3Counter

SP: Zélia Duncan faz show gratuito neste domingo no Parque da Juventude

Faltando sete dias para o Natal, os fãs da cantora Zélia Duncan ganharão um presentão do Papai Noel. A partir das 16h do domingo (18), a compositora se apresentará gratuitamente no palco do projeto Cultura Livre SP, no Parque da Juventude, na capital paulista.

Zélia Duncan: 47 anos, nove discos e três décadas de carreira/Divulgação

O repertório do show será baseado no último CD da artista, “Pelo Sabor do Gesto, Em Cena”, segundo a assessoria da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. No entanto, é possível que a cantora de 47 anos relembre alguns de seus antigos sucessos como “Catedral”, “Nos Lençóis Desse Reggae”, “Alma”, “Enquanto Durmo” e “Intimidade”.

>>>Chuva suspende show gratuito de Zélia Duncan em SP

>>>Zélia Duncan: Três décadas de muito trabalho

O álbum ao vivo é o nono de Zélia – que é conhecida pela mescla entre as sonoridades MPB, rock e folk – e marca seus 30 anos de carreira.

Zélia Duncan | Site oficial
www.zeliaduncan.com.br

***

ZÉLIA DUNCAN NO CULTURA LIVRE SP
domingo (18/12), a partir das 16h
Grátis
Parque da Juventude
Avenida Zaki Narchi, 1309, Santana (com acessos pelas avenidas Cruzeiro do Sul, 2630, e General Ataliba Leonel, 500)
Estação de Metrô Carandiru | Linha 1 – Azul
Tel: (11) 2251-2706
E-mail: parquedajuventude@hotmail.com


Gostou? Então, leia também

Chuva suspende show gratuito de Zélia Duncan em SP
Cópia restaurada de “Taxi Driver” é exibida no Cine Olido em SP
Inscrições para exposição Batom, Lápis e TPM 2012 já estão abertas
3MOTIVOS PARA… conferir “Os Muppets” no cinema
Gostaria de passar um dia com Antonio Banderas? Há como…
Amy Winehouse é homenageada em exposição de galeria londrina
“Os Especialistas”: Filme de ação é uma ótima escolha
Mossto cria sapato com salto trocável
Gorillaz completa dez anos e lança coletânea
“My Week with Marilyn” estreia nos Estados Unidos

Debora de Lucas


//

W3Counter

 

Três motivos para curtir de Metrô o fim de semana em São Paulo

São apenas 74,3 km de Metrô, o que é pouco para uma garotona frenética, complexa e assanhada como São Paulo. Transporta aproximadamente 4 milhões de pessoas por dia. De segunda a sexta-feira, é uma missão quase impossível utilizá-lo nos horários de pico (ele para, se atrasa, apresenta filas, sempre está cheio…).

O Metrô de São Paulo é composto por cinco linhas (1 – Azul, 2 – Verde, 3 – Vermelha, 4 – Amarela e 5 – Lilás) e 67 estações/André di Lucca/Wikimedia Commons

Mesmo com as suas falhas, aos 37 anos, o Metrô é adorado pelos paulistanos. No entanto, aos sábados e aos domingos o símbolo da modernidade e do desenvolvimento da cidade opera como foi planejado para ser: rápido e preciso.

Então, levante a bunda do sofá nesse fim de semana e passeie por Sampa de Metropolitano. O bilhete unitário custa R$ 2,90 e a malha metroviária cobre parte da cidade com cinco linhas (1 – Azul, 2 – Verde, 3 – Vermelha, 4 – Amarela e 5 – Lilás) e 67 estações que levam os usuários para a região central e as zonas norte, sul, oeste e leste.

Depois de tantas mesuras, vamos saber quais são os três motivos para curtir o sábado e o domingo em São Paulo de Metrô.

***

1 – Ok, os 1.523 km2 do município precisariam de mais estações. Porém, as que existem ficam pertinho da maioria pontos turísticos e culturais da eterna Pauliceia Desvairada.

Dá para ir ao Teatro Municipal de Metrô. Para isso, é necessário descer na estação Anhangabaú (Linha 3 – Vermelha) e caminhar por cinco minutos até o prédio planejado por Ramos de Azevedo.

Também dá para passear pela Avenida Paulista, dar uma volta no Memorial da América Latina, na Pinacoteca do Estado, no Parque da Juventude, entre outras opções que podem ser conferidas no mapa turístico desenvolvido pelo Metrô.

O site do Metropolitano também oferece simulações de trajetos e buscas por interesses. Isto é, indica quais são os pontos de lazer, cultura, igrejas, utilidade pública e saúde que estão localizados nas imediações de suas 67 estações.

2 – Quem tiver um pouco de receio em se jogar sozinho por São Paulo, pode optar por uma das quarto visitas guiadas a roteiros turísticos – Sé, Paulista, Luz e Teatro Municipal – promovidas pelo Metrô. Elas acontecem somente aos fins de semana, às 9h e às 14h.

Teatro Municipal de São Paulo/Jefferson Pancieri/SPTuris

Para participar, é preciso comprar de um a dois bilhetes unitários e comparecer ao balcão do TurisMetrô, na estação Sé, com pelo menos 20 minutos de antecedência do horário de saída.

3 – Os metroviários, principalmente os com mais tempo de casa, sabem tudo. Em menos de cinco minutos, solucionam todas as dúvidas sobre o funcionamento do Metrô e explicam direitinho como chegar a um endereço desconhecido. Além disso, têm sempre um sorriso simpático e um mapa da malha metroviária para oferecer.

>>>METRÔ
No Facebook

Central de informações (Linhas 1 – Azul, 2 – Verde, 3 – Vermelha e 5 – Lilás)
0800-7707722, de domingo a domingo, das 5h30 às 23h30

Central de Informações (Linha 4 – Amarela)
0800 7707 100, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

TurisMetrô
Telefones: (11) 2958-3714, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e (11) 7716-5141, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábado e aos domingos, das 8h às 17h

Horário de funcionamento
*Linhas 1 – Azul, 2 – Verde e 3 – Vermelha: de domingo a sexta-feira, a partir das 4h40. Os horários de fechamentos são diferentes e dependem de cada estação. Aos sábados, das 4h40 à 1h do domingo
*Linha 4 – Amarela: de domingo a sexta-feira, das 4h40 às 24h, e aos sábados, das 4h40 à 1h do domingo
* Linha 5 – Lilás: de domingo a domingo, das 4h40 às 24h

Site oficial | www.metro.sp.gov.br

Gostou? Então, leia também
Dá para comprar CDs baratos e originais na Paulista? Sim, saiba como
CD e DVD de Iggy & The Stooges a preço de banana…
Manifestação global do Ocupe as Ruas. Ocupe o Mundo acontece nesta 6ª
“Give Me All Your Love”, nova música de Madonna, vaza na web. Será?
“O Preço do Amanhã”: Filme de Justin Timberlake é irregular
Festival Cine Favela convida internautas para abertura oficial
Maitena se cansa de desenhar e lança primeiro romance
“Contágio” expõe mazelas da humanidade em 1h46
Lady Gaga: Não se espante se ela lançar um linha de iogurtes

Debora de Lucas


//

W3Counter

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: